terça-feira, 23 de setembro de 2014

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 765

Arte de capa por John Romita Jr.

Arte de capa alternativa por Pascual Ferry
 - Captain America n° 6 (Junho de 2013)

* "Castaway In Dimension Z - Part 6", história escrita por Rick Remender, desenhada por John Romita Jr., artefinalizada por Klaus Janson, Scott Hanna e Tom Palmer, colorizada por Dean V. White, editada originalmente por Tom Brevoort

Publicada no Brasil, pela Editora Panini, na revista Capitão América & Gavião Arqueiro n° 5 ("Náufrago na Dimensão Z - Parte 6"), letreirizada por Gisele Tavares, traduzida por Fernando Lopes e Jotapê Martins e editado por Paulo França

A fortaleza de Zola está cercada por seus mutantes. Para Steve Rogers, eles não passam de uma legião de idiotas. Indivíduos com inteligência quase nula. De qualquer forma, nada pode detê-lo enquanto avança e recupera seu escudo, que se cravou na cabeça do líder dos mutantes quando o atirou. Ele está disposto a acabar com Arnim Zola de uma vez por todas. Uma década de sua vida perdida. Uma década que lhe foi roubada. Uma parte de sua vida sem Sharon. Sem seus amigos. Suas responsabilidades foram tomadas. Uma década vivendo em cavernas naquele planeta esquecido por Deus. Uma década. Parte de sua vida que foi roubada. Tempo que nunca irá recuperar. Mas ele não permitirá que leve Ian. Mesmo ele tendo os genes do vilão. Ele é seu filho. Tem um grande coração e é forte. Um coração que nunca poderá ser corrompido. Nunca servirá em qualquer retorcido projeto de Zola. Steve o levará para Terra. Para dar-lhe a vida que merece. É por causa de Arnim Zola que Steve prossegue, massacrando os mutantes que encontra pelo caminho. Disposto a enterrar o corpo artificial de Zola onde ninguém possa encontrá-lo jamais. Impedindo que aquele coração negro e maldito volte a corromper seres vivos e brincar de Deus.

Steve fica horrorizado ao chegar ao que parece ser um cemitério de mutantes. Criaturas que saíram ainda mais deformadas do que os mutantes de Zola. Criaturas que clamam por misericórdia... e pela morte. O mais bizarro é que entre as vísceras e seus dilacerados corpos existe um rosto conhecido. O seu rosto. São muitos. A determinação de Steve o faz concentrar-se em buscar o caminho até a torre principal. Ignorando os corpos destroçados. Ignorando os gemidos dos caídos. Para acabar de vez com Arnim Zola.

O esforço por sobreviver naquele lugar... o perigo constante... o tem debilitado. Mas encontrar todos aqueles corpos... trazem-lhe recordações da guerra. Durante um momento isso o comoveu. A ferida em seu peito continua sangrando. Logo acima, Steve vê a caverna por onde surgiu naquele mundo... uma década atrás. A Terra... está muito distante. Ele está ali há muito tempo. Aquela dimensão... agora é sua casa. Esta é sua nova vida. O mundo que conhece. Ele poderia ir buscar ajuda... encontrar os Vingadores... qualquer um deles. Mas prefere não correr o risco... de deixar Ian com Zola. Só e em perigo. Cercado de ameaças.

Steve consegue invadir a fortaleza e chega até o quarto da mulher chamada Jet, a filha de Zola. Ele a surpreende. Ela, na verdade, já o havia detectado cinco minutos antes. Apenas permitiu que se aproximasse. Ele pergunta sobre seu filho. Ela retruca, dizendo que sequestrar um menino não lhe dá direito de ser pai. Mesmo ameaçada, Jet continua desdenhando de Steve. Ele entende que pode ter perdido seu filho. É por isso que quer dar o troco em Zola e fazer com que perca sua filha. Steve dispara contra Jet.

Continua...

Nenhum comentário: