sábado, 13 de setembro de 2014

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 755

Arte de capa por Steve Epting
 - Captain America n° 15 (Setembro de 2012)

* "New World Orders - Part 1", história escrita por Ed Brubaker e Cullen Bunn, desenhada por Scot Eaton, artefinalizada por Rick Magyar, editada originalmente por Tom Brevoort

Publicada no Brasil, pela Editora Panini, na revista Capitão América & Os Vingadores Secretos n° 24 ("Novas Ordens Mundiais - parte 1"), letreirizada por Gisele Tavares, traduzida por Fernando Lopes e Jotapê Martins e editado por Paulo França

Cidade de Nova York. Times Square. Primeira área dos ataques dos chamados Discordianos. Capitão América solicita informações sobre esses novos vilões a Sharon. Porém, nada foi descoberto. Sequer a quantidade de integrantes do grupo. Ainda assim, como bem lembrou o Falcão, eles têm que ter vindo de algum lugar. Com o poder de fogo que estão utilizando para destruir a cidade, não há como não chamarem a atenção. 

Um dos Discordianos parece criar mísseis... do nada! Capitão América e Falcão apenas não conseguirão detê-los. Mas terão que aguentar os ataques e proteger os civis até que os Vingadores disponíveis cheguem ao local. Ainda assim, a dupla tem que prestar a atenção para a mínima chance de acertá-los. Com a sensação de que está voando por uma nuvem de ácido, o Falcão cai. Do lado do Capitão, dois Discordianos, um com o poder de criar pequenos vulcões e outro que parece vestir uma enorme armadura, manejando um machado, estão cercando-o. O herói consegue derrubá-los e socorrer o Falcão.

Com o Falcão ferido, o Capitão é encurralado pelo Discordiano capaz de criar mísseis. Aparentemente, a intenção dos vilões é apenas causar destruição. O Capitão consegue esmurrá-lo, mas algo a mais acontece e é percebido pelo recuperado Falcão: os vilões começam a sofrer espasmos... e a queimarem até a morte. O herói informa Sharon sobre a estranha derrota dos Discordianos e tenta evacuar os civis do local, além de cuidar dos feridos. Estranhamente, todos parecem estar concentrados em uma transmissão televisiva onde um popular apresentador, Reed Braxton, questiona as ações do Capitão, difamando-o.

No dia seguinte, Braxton continua difamando o Capitão América, destacando que, no ataque dos Discordianos, o herói estava mais preocupado em proteger seu parceiro do que a população. Baseado nisso, levanta o ponto em que a América deveria ser defendida por alguém diferente. Rachel Leighton, a ex do Capitão (e também a ex-vilã conhecida como Cascavel), que está no apartamento de Steve, prefere desligar a TV e impedir que ele continue se torturando com aquele lixo. Steve se surpreende com a influência que Reed Braxton tem com seus telespectadores. Para o herói, é como se ele estivesse sendo chamado a renunciar de seu uniforme... e ele vê que muita gente já está concordando com ele. Tumultos nas ruas, super-heróis lutando entre si, falta de empregos, de segurança. As pessoas não estão mais assustadas. Estão com raiva. As rachaduras estão começando a aparecer... e Steve não tem certeza se o povo americano tem fé o bastante para manter o país unido. Chega até mesmo a duvidar se ele não é forte o bastante para ser o herói daquele povo. A questionar-se se Braxton está certo. Sharon entrega o telefone para Steve, pois Dum Dum precisa do Capitão América. Rachel sente certa tensão entre os dois. Sharon prefere guardar o fato de que ainda está chocada com a morte de Dennis... mas também gostaria de saber que tipo de "tensão" ainda há entre Steve e Rachel.

O Capitão América chega até o porta-aviões da SHIELD... sem Sharon. Ela precisa de um tempo sozinha. O Capitão parece estar mal-humorado. E o que Dum-Dum tem para mostrar não irá melhorar isso. Em uma tela, Reed Braxton continua com seu discurso anti-Capitão América. Porém, quando Dum Dum abre uma das gavetas do laboratório, ali está... o corpo de Reed Braxton, morto a tiros! Ainda assim, a transmissão pela TV continua... ao vivo. O homem na TV não é Braxton.

Sharon chama por Steve. Ele já sabe dos ataques à base aérea de Andersen, a embaixada de Londres e ao navio USS Arcádia. Os ataques estão sendo transmitidos pela TV... e os autores são os Discordianos. Além disso, eles também estão atacando em solo americano. Mais especificamente, em Washington...

Continua...

Nenhum comentário: