sexta-feira, 12 de setembro de 2014

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 754

Arte de capa por Patrick Zircher
 - Captain America n° 14 (Setembro de 2012)

* "Shock To The System - Part 4", história escrita por Ed Brubaker, desenhada por Patrick Zircher e Mike Deodato Jr., colorizada por Paul Mounts, editada originalmente por Tom Brevoort

Publicada no Brasil, pela Editora Panini, na revista Capitão América & Os Vingadores Secretos n° 23 ("Sabotar o Sistema - parte 4"), letreirizada por Gisele Tavares, traduzida por Fernando Lopes e Jotapê Martins e editado por Paulo França

A ferida da bala lateja em sua perna, ainda que não esteja mais sangrando... mas o Capitão América sabe que não pode se mover rápido o bastante agora... pra levar o Porco-Espinho até um local seguro. Não sem passar pelo Carrasco primeiro. O vilão está ali para matar Roger. O herói tenta atrai-lo para longe. O Capitão América se movimenta o mais rápido que pode, apenas para dar um alvo ao Carrasco. Felizmente, o braço com o qual ele lança o escudo está ótimo. Ele consegue desarmar o vilão, que não tem outra saída a não ser enfrentá-lo cara a cara.

O Capitão América se surpreende com a velocidade e força do Carrasco. Ele não era atingido daquela forma há muito tempo. O vilão diz que Gyrich tinha razão sobre ele. De repente, o herói reconhece aquela voz. E amaldiçoa tanto Bravo quanto Gyrich (apesar de este ter sofrido lavagem cerebral por conta do Bravo). Ainda assim, ele reza para estar errado. Mas descobre que não está assim que vê o jeito como o Carrasco se move. Como um lutador. O Capitão já tem a certeza. Mas desejava não tê-la. Antes mesmo de retirar a máscara do Carrasco... ele sabe quem está por trás dela: seu antigo parceiro, Dennis Dumphy... o Demolição (ou Demo, como era chamado)!

Dennis aparenta ter ficado ainda mais furioso e continua a atacar. O fato de o Capitão evitar feri-lo só piora a situação. O herói tenta fazê-lo lembrar do quanto eram amigos. Mas a lavagem cerebral feita nele o faz acreditar que o Capitão "vendeu o país para os caras maus" e que antes até mesmo ele estava cego. Dennis acredita que agora há algo pelo que vale a pena matar... como a justiça. A justiça que ele acredita estar praticando. Algo que, a seu ver, o Capitão não tem feito, pois está dando vidas novas a quem merecia punição.

Depois de espancar o Capitão América, Dennis pega o escudo do herói e está pronto para decapitá-lo quando... disparos o derrubam. Sharon. Dennis estava para matar o Capitão e Sharon não teve alternativa. Antes de morrer, Dennis ainda reconhece Steve.

No dia seguinte, Steve visita Rachel, vendo que está fisicamente bem... apesar do que aconteceu com Dennis. Steve entende muito bem o sentimento que ela tem de querer descobrir quem fez isso com ele e destruí-los. Ele ainda lamenta por Sharon, que não está nada bem, apesar de ter feito o que precisava. Dennis não ia parar. Sharon o salvou, afinal. Algo que Steve acredita que não deveria ter sido feito. Apesar de ouvir Rachel sobre não ser o responsável pelo que Bravo e a nova Hidra fizeram... ele já não tem mais certeza de nada.

Alguma coisa na programação mental de Gyrich fez com que ele simplesmente apagasse. Ainda assim, divulgou as informações para a imprensa e isso se tornou a grande notícia naquela noite. Os jornais fizeram exatamente tudo o que Bravo queria. Um novo escândalo. Steve irá se declarar... mas não para a imprensa. Tudo o que tem a dizer será dito no funeral de Dennis. Apesar de Sharon se sentir culpada, Steve garante que não há nada para se perdoar. Por enquanto, a situação é que Bravo e a nova rainha da Hidra estão vencendo.
A+:

* Brubaker acelera ainda mais seu estilo em resgatar personagens e situações da mitologia do Capitão América. Antes, isso era focado no que se relacionava a Bucky (como Soldado Invernal). Com o personagem fora do título, seu conhecimento explora outros aspectos da história do herói, como é o caso de Demo e o Carrasco. Interessante notar que o saudoso Mark Gruenwald, quando era escritor das histórias do personagem, fez algo muito parecido, trazendo aspectos dos mais obscuros não só da história do Capitão como do Universo Marvel. 

Depois de dois arcos que tentavam alavancar o roteiro de Brubaker através da arte de McNiven e Davis (dando a impressão de certo conflito de estilos), este terceiro acerta mais a mão pela carga dramática do autor, curiosamente no tom certo mostrado pela arte de Patrick Zircher e o brasileiro Deodato, que trouxeram um tom mais próximo das histórias anteriores do escritor. 

Bravo, personagem inédito, criado por Brubaker, ainda parece estar sendo o grande fio condutor de todas as tramas. Apesar de, nessa época, ainda ser incerto o desenvolvimento da trama para o segundo filme do herói, há uma renovação no conceito da organização terrorista Hidra.

* O primeiro Carrasco do Submundo surgiu na parte 318 do Diário de Steve Rogers

* Cascavel não aparece regularmente desde O Diário de Steve Rogers - Parte 486

* Na segunda parte desse arco, o Carrasco treina em um ginásio até arrebentar o saco de pancadas com seus próprios punhos. Em seguida, Gyrich aparece nas sombras. Essa cena é uma espécie de homenagem à introdução de Steve Rogers no filme dos Vingadores onde, no lugar de Gyrich, temos Nick Fury aparecendo no ginásio.

* É anunciado que o título do Capitão América irá apenas até o número 19, para que o mesmo seja relançado sob o selo Marvel Now, onde equipes criativas são trocadas e as revistas sirvam de uma espécie de marco zero para novos leitores.

6 comentários:

Anônimo disse...

Olá!!!!!
"seu antigo parceiro, Dennis Dumphy... o Demolição (ou Demo, como era chamado)"
OMG FINALMENTE O Demo voltou!!!!!!!!
Só para morrer Ç_Ç =/
Isso é injusto. #Demolives


Beijos
Lisbeth

Marcos Dark disse...

Ixi... Dessa vez... "#Demolives" acho que não vai rolar, hein...

Anônimo disse...

Dark Marcos isso é muita sacanagem!!! Por que não mataram o Rick Jones, né?


beijos
Lisbeth

Marcos Dark disse...

Não vai ser dessa vez, querida.
Além do que, basta lembrar que no futuro sombrio de Futuro Imperfeito (Hulk) o velho (literalmente) Rick ainda está vagando pelo Universo Marvel.

Anônimo disse...

Mas é claro q RJ ainda está vivo! Ele sobreviveu se banhando no sangue dos inocentes q morreram por causa da inutilidade dele.
E o Demo tadinho tá morto outra vez!!!!! Ò_Ó #Demolives (tenha fé, DM)


beijos
Lisbeth

Marcos Dark disse...

Essa sua frase sobre o Jones foi épica!