sábado, 30 de agosto de 2014

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 746

Arte de capa por Alan Davis

Arte de capa alternativa por Gerald Parel
 - Captain America n° 6 (Fevereiro de 2012)

* "Powerless - Part 1", história escrita por Ed Brubaker, desenhada por Alan Davis, artefinalizada por Mark Farmer, colorizada por Laura Martin, editada originalmente por Tom Brevoort

Publicada no Brasil, pela Editora Panini, na revista Capitão América & Os Vingadores Secretos n° 19 ("Incapacitado - Parte 1"), letreirizada por Gisele Tavares, traduzida por Jotapê Martins e editado por Paulo França

Capitão América está enfrentando um antigo inimigo... e está levando a pior. O fato mais impressionante é que esse inimigo é... Batroc! Para piorar, de alguma forma o vilão parece se multiplicar. E para piorar ainda mais, Steve sente seu corpo se tornar franzino novamente, sendo praticamente linchado pela legião de Batroc.

Então ele acorda.

Mais um pesadelo... e bem esquisito dessa vez. Steve vem tendo esses pesadelos quase todas as noites durante as últimas semanas... desde que enfrentou o Codinome: Bravo. Sharon o aconselha a falar com alguém a respeito. Apesar de não ser exatamente o tipo de ajuda que Sharon sugeriria, Steve acaba procurando... Tony Stark.

Aparentemente, Stark não encontra nada de errado. Como única pista, Steve diz que o soro do supersoldado ficou inerte em seu sistema, quando enfrentou Mecanus em Madripoor. Até então, ele acreditava que havia revertido o procedimento. Stark irá comparar os resultados dos testes com as anotações do Fera sobre aquela missão. Clint Barton, o Gavião Arqueiro, já acredita que tudo está apenas na cabeça de Steve. Para relaxar, ele sugere que façam dupla em uma patrulha pela cidade.

De fato, Clint estava certo. Logo a dupla encontra um grupo de assaltantes em fuga e tenta impedir de escaparem. A adrenalina do momento faz Steve deixar de se preocupar com seus pesadelos. Um dos assaltantes parece estar equipado com armamento de tecnologia futurista. Mas isto não impede que Steve o derrube com o escudo. Parece até que o Consertador está de volta à cidade. Enquanto patrulham a cidade, Steve se ressente pelo Gavião Arqueiro ainda pensar que Bucky está morto. Seu ex-parceiro pretende que seu nome seja esquecido para que possa cumprir suas missões. Sharon entra em contato e interrompe a patrulha. Parece ter algo muito mais grave na Baixa Zona Leste.

Um tumulto em larga escala eclodiu faz cerca de quarenta minutos. Sharon rastreia a fonte de origem pelo satélite... mas a multidão parece atípica e está mesmo fora de si. A polícia de Nova York não está dando conta. O plano do Capitão é salvar a polícia e não machucar ninguém. 

"Tumulto é caos e selvageria. Poucas coisas são mais aterradoras do que uma turba descontrolada. Uma manada irracional de humanidade. Prestes a se tornar letal a qualquer momento. Mas Sharon tinha razão sobre estes manifestantes. Alguma coisa aconteceu com eles... e eu já vi este tipo de coisa. Uma multidão enlouquecida... destruindo tudo em seu rastro... à medida que percorre a cidade."

Esse surto não foi espontâneo. Alguma coisa compeliu as pessoas a atacarem. Os olhos dilatados denunciam isso. A Agente 13 confirma que o tumulto começou três quarteirões ao norte de onde o Capitão América e o Gavião Arqueiro estão. Começaram pelo Bar McNulty, de onde partiram, já enfurecidos. Enquanto o Capitão segue para o local, ele se preocupa por, repentinamente, se sentir mal. Mas logo deixa essa preocupação de lado.

No Bar, os heróis encontram aquilo que o Capitão desconfiava ser a causa do tumulto: uma Bomba Enlouquecedora. Faz anos que ele não vê uma dessas... mas, da última vez, parecia diferente. Parece que alguém aprimorou a velha tecnologia. Eles precisam da presença de Tony Stark e Hank Pym para que a bomba seja desmontada.

De repente, o Capitão América já não pode deixar sua preocupação pessoal de lado. Ele sente a fraqueza... e sabe o que está acontecendo. Sabe que não está apenas se sentindo mal. Seus pesadelos... estão se tornando realidade. O Gavião Arqueiro é surpreendido pelo novo Esquadrão Serpente, formado pelo Cobra, Enguia e o novo Víbora. Enguia dispara uma rajada elétrica, destruindo a Bomba Enlouquecedora, para que não descubram nada sobre ela. Com o Capitão América agora enfraquecido e em uma forma mais franzina, os vilões não se contêm em linchá-lo.

Continua...

Nenhum comentário: