quarta-feira, 27 de agosto de 2014

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 743

Arte de capa por Steve McNiven

Arte de capa alternativa por Salvador Larroca
 - Captain America n° 3 (Novembro de 2011)

* "American Dreamers Part 3", história escrita por Ed Brubaker, desenhada por Steve McNiven, artefinalizada por Jay Leisten, colorizada por Justin Ponsor, editada originalmente por Tom Brevoort

Publicada no Brasil, pela Editora Panini, na revista Capitão América & Os Vingadores Secretos n° 17 ("Sonhos Americanos - Parte 3"), letreirizada por Gisele Tavares, traduzida por Jotapê Martins e editado por Paulo França

O gigantesco Ameridróide agarra o Capitão América e o atira na rua abaixo do apartamento. A ação foi tão repentina que o herói leva segundos para se dar conta de que está em uma luta. Seu inimigo se move tão rápido quanto ele. Isso elimina, de imediato, uma das suas maiores vantagens. O tamanho e força do Ameridróide dão cabo de outra. O enorme robô sempre foi mais perigoso do que parece. Ele andou sumido. O Capitão chegou a acreditar que tinha sido feito em pedaços e sua cabeça robótica estivesse em exibição numa estante de troféus do Caveira Vermelha.

Capitão América pede que as pessoas saiam das ruas onde ele enfrenta o Ameridróide. Se aquele for mesmo o robô que ele enfrentou antes... há uma consciência de um ser humano enterrada sob a carcaça. O professor Lyle Dekker... um velho espião e cientista nazista. Foi ele quem construiu aquela aberração e transferiu sua mente para a criatura de cinco metros e meio trajando o uniforme do Capitão América. Sharon atira o escudo para o Capitão. Ela não tem a mesma desenvoltura que ele teria com a arma... e o escudo fica preso no alto de um dos prédios. Agora ele está realmente sozinho.

Dekker parece estar mais enlouquecido do que antes. No entanto, não há tempo para tentar entender por quê... ou tentar dialogar com ele... pois ele está longe do alcance de qualquer argumentação. Tomando impulso através dos golpes do monstro, o herói consegue alcançar o escudo e retirá-lo da parede onde ficou preso. Em seguida, ele volta a atacar o Ameridróide e torce para que o "cérebro" dele esteja onde deveria estar. Golpeando-o com o escudo, o Capitão derruba a criatura. Fácil demais. Sharon é atacada e atirada pela janela do apartamento. Rapidamente, o Capitão América corre até ela e consegue pegá-la, amortecendo o impacto.

Em um dos laboratórios do Projeto Pégaso, Steve diz a Fury que achou estranho sua vitória repentina. Apesar do golpe, ele não causou danos o suficiente pra provocar a pane no Ameridróide. Ainda assim, ele parece estar desativado. Steve observa que ele estava diferente na luta... mais errático e furioso. Apesar de Dekker ser insano, parece que o Barão Zemo, que atacou Sharon no apartamento enquanto ele o enfrentava, fez alguma coisa para deixá-lo completamente fora de si. De certa forma, Steve sente pena da criatura. Afinal, em algum lugar dentro de todos aqueles circuitos havia um homem. Nick já acha estranho o suficiente o fato de um espião nazista idolatrar o Capitão América, a ponto de criar um androide gigante com com seu uniforme. Steve já acredita que ele enlouqueceu muito antes disso. O Caveira Vermelha provocou seu desequilíbrio.

Fora do prédio, parece estar havendo alguma agitação. Tiros parecem ter sido disparados. De repente, o corpo do Ameridróide se levanta! Ele derruba Nick Fury antes de se atirar contra Steve. Os dois caem para a morte nas ruas abaixo. Porém, antes de atingir o chão, um portal se abre em pleno ar e os dois passam por ele... atingindo o que parece ser um lago em meio à natureza. Milagrosamente, o Ameridróide toma a forma de... Dekker, jovial e feliz pela transformação. Ele agradece a Zemo por ter cumprido sua promessa. Mas, em meio a sua comemoração... é atingido por um disparo em sua cabeça. O autor do assassinato é... Bravo! Steve lança seu escudo, mas Bravo o pega em pleno ar e golpeia o herói, desacordando-o. Afinal, ali é o mundo dele.

Continua...

Nenhum comentário: