quarta-feira, 16 de julho de 2014

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 714

Arte de capa por Marko Djurdjevic

Arte de capa alternativa por Khoi Pham (as capas alternativas das revistas Marvel daquele mês tinham como tema Thor Goes To Hollywood, onde os asgardianos simulavam grandes sucessos do cinema. Nesse caso, em particular, a capa alternativa para Capitão América mostrava uma menção ao filme O Silêncio dos Inocentes. A idéia era divulgar o filme do Thor, que estreava no cinema)
 - Captain America n° 617 (Junho de 2011)

* "Gulag - Part 2", história escrita por Ed Brubaker, desenhada por Butch Guice, colorizada por Bettie Breitweiser, editada originalmente por Tom Brevoort

Publicada no Brasil, pela Editora Panini, na revista Capitão América e os Vingadores Secrets n° 13 ("Gulag - Parte 2"), letreirizada por Gisele Tavares, traduzida por Jotapê Martins, editada por Paulo França

O coronel está impressionado com a desenvoltura do chamado Soldado Invernal. Ninguém, antes, sobreviveu sequer a dois minutos contra o ex-agente conhecido como Ursa Maior (levado até a prisão por meio de chantagem de outras parte do governo). Qualquer outra pessoa teria sido despedaçada pela enorme criatura. Bucky Barnes, no entanto, conseguiu derrubá-la. Ainda assim, o coronel e o diretor parecem ter outro trunfo em suas mãos.

Apesar de se sentir como se tivesse sido atingido pelo Hulk, Bucky percebe que as coisas mudaram dentro da prisão após sua vitória. Olhares que antes o evitavam, agora o fitam como que em aprovação. Mas aquele ambiente é particularmente ainda pior para ele do que para os outros detentos. Ouvir todos falando em russo acaba por trazer-lhe as lembranças de um passado que não gostaria de lembrar. Seu passado como Soldado Invernal.

Bucky é abordado por um trio de detentos que diz estar ali para protegê-lo. Os três se identificam com integrantes dos Aranha Lobo. Bucky se recusa a negociar com eles... e eles o atacam para demonstrar que o aviso de que será protegido... não tem nada a ver com negociação. Durante a luta, no entanto, Bucky percebe que eles não podem ser dos Aranha Lobo, um experimento que tencionava criar uma espécie de versão masculina das operativas Viúva Negra. O último real integrante desse grupo se mostrou psicótico demais e foi parar em um hospício. Aparentemente, ele agora está na mesma prisão e enviou três de seus seguidores para dar o recado a Bucky.

Um velho detento vê a luta e, após ela terminar, se aproxima de Bucky. Ele se apresenta como Alexi, um ex-agente que foi treinado pelo Soldado Invernal. Alexi deixa Bucky ciente de que o diretor sabe sobre as brigas arranjadas. Na verdade, apesar do novo regime, o diretor ainda responde para superiores do tempo da Guerra Fria. Quando a história do Soldado Invernal veio a público, esses superiores se lembraram do agente que os traiu.

Bucky e Alexi observam um detento em particular, que parece ter uma espécie de braço mecânico. Ele é enorme e está massacrando outros que tentam derrubá-lo. Trata-se de Boris Bulski, que também já foi conhecido como Homem de Titânio. O governo o alterou, tornando-o um homem descomunal e selvagem. A intenção, que não prosseguiu, era uni-lo a sua armadura de titânio. Ao que tudo indica, esse será o próximo oponente de Bucky.

Boris olha para Bucky como se ele fosse um velho inimigo. Acontece que Bucky acha isso estranho, uma vez que nunca o encontrou. Mas o motivo dele o encarar daquela forma... é que lhe prometeram a liberdade... caso mate Bucky naquela noite.

Continua...

Nenhum comentário: