terça-feira, 15 de julho de 2014

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 713

- Captain America n° 616 (Maio de 2011)

* "Must There Be A Captain America?", história escrita por Ed Brubaker, desenhada por Ed McGuinness, artefinalizada por Dexter Vines, colorizada por Val Staples, editada originalmente por Tom Brevoort

Publicada no Brasil, pela Editora Panini, na revista Capitão América e os Vingadores Secrets n° 12 ("Deve Haver Um Capitão América?"), letreirizada por Gisele Tavares, traduzida por Jotapê Martins, editada por Paulo França

Sharon encontra Steve assistindo a um velho filme-propaganda de si mesmo durante a Segunda Guerra. Quando isso acontece, ela já sabe... ele está deprimido. Na verdade, ele detestava aquele tipo de filme, onde posava como grande herói americano. Achava perda de tempo. Preferia estar no campo de batalha. A reunião com o presidente parece não ter sido boa. Ele ouviu que a situação de Bucky com os russos não era das melhores. O governo americano estava com as mãos atadas. O presidente chegou a cogitar que Steve assumisse novamente o escudo. Ele nada disse. Tudo que gostaria agora era tirar Bucky daquele gulag. Steve se sente desamparado. O novo papel que assumiu lhe dá ainda mais responsabilidades. Agir causaria um incidente internacional de proporções inimagináveis.

Estranhamente, Steve chega a sentir falta da guerra. Lá, ele poderia lutar contra vilões como o Caveira Vermelha e, ainda assim, era melhor do que enfrentar a burocracia política. Na guerra, havia um inimigo a quem poder acertar. Steve gostaria, sim, como naqueles tempos, de voltar a carregar o escudo. O que ninguém sabe é que ele nunca quis ser o Capitão América. Tudo que queria ser era um soldado. Mas os acontecimentos de sua origem o levaram a se tornar um símbolo.

Desde que voltou, Steve tentou se manter longe do uniforme. Afinal, Bucky estava se tornando um homem melhor com ele. Ainda assim, ele nunca quis ser o Capitão América. Queria apenas servir. Steve pede conselhos a um amigo dos tempos da guerra. Pergunta se realmente existe a necessidade de um Capitão América, afinal. Seu amigo diz que o mundo passa por tempos difíceis. Um mundo que precise de alguém como ele para se suportar. Esse amigo foi um dos sobreviventes de um pelotão que foi dizimado. Na verdade, foi um dos sobreviventes... de um total de dois. Um amigo que acredita no milagre de terem sido resgatados por Capitão América e Bucky. Steve, no entanto pensa que poderiam ter feito mais... salvo mais vidas... se tivessem chegado antes. 

Steve sabe que é necessário... mas não tem certeza se pode usar o uniforme novamente.

Um comentário:

Anônimo disse...

Nossa o Steve depressivo, q novidade!!! #sóquenão



Lisbeth