terça-feira, 1 de julho de 2014

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 705

Arte de capa por Marko Djurdjevic
Capa alternativa, por Mark Brooks, tendo como temática o lançamento da sequência do filme Tron (na época, a Disney havia comprado a Marvel)
 - Captain America n° 612 (Janeiro de 2011)

* "The Trial of Captain America, Part 2", história escrita por Ed Brubaker, desenhada por Butch Guice, colorizada por Bettie Breitweiser, editada originalmente por Tom Brevoort

Publicada no Brasil, pela Editora Panini, na revista Capitão América & Os Vingadores Secretos n° 7 ("O Julgamento do Capitão América - Parte 2"), letreirizada por Gisele Tavares, traduzida por Jotapê Martins, editada por Paulo França

A imprensa está em polvorosa com o julgamento do homem que até recentemente era conhecido como Capitão América. Steve Rogers o defende publicamente. Porém mais e mais documentos surgem para expor o passado sombrio de Bucky. O povo se divide em suas opiniões.

Bucky é levado para uma prisão federal, onde Luke Cage e Steve conseguiram mexer uns pauzinhos para que ele não seja hostilizado. Seu contato com a população será o mínimo possível. Permitiram que ele ficasse com seu braço esquerdo cibernético, depois que Tony Stark o modificou para não ser mais forte que um braço normal, tornando-o apenas uma prótese (de acordo com a lei). Steve indicou uma amiga como sua advogada: Bernie Rosenthal. Mas só depois de ler os arquivos do Soldado Invernal é que ela se dá conta do peso desse julgamento. O principal ponto é conquistar a opinião pública. O povo tem que acreditar que Bucky merece a liberdade. Steve também o deixa a par de que o Grande Mestre realmente ressurgiu em Londres.

De fato, o Grande Mestre lidera seu pequeno grupo de superpoderosos para invadir o manicômio onde se encontra Pecado, a filha do Caveira Vermelha. Eles passam com certa facilidade pelos guardas e chegam até sua cela acolchoada, onde dizem estar ali para servi-la. Com seu rosto deformado, ironicamente parecendo uma caveira avermelhada (como seu pai), Pecado pergunta se, pelo menos, ela está bonita. O Grande Mestre, servindo-a, responde que sim e a beija. Em seguida o grupo a retira de lá.

Bernie não esconde de Steve que a situação é grave. Bucky simplesmente pode não ter sua vida de volta... nunca mais. É por isso que ele envia a Viúva Negra e o Falcão para capturarem uma poderosa testemunha... o vilão Doutor Faustus. Quando chegam a seu apartamento, Faustus está sereno, ironizando que estão precisando dele. Sabendo que a voz e a eloquência do vilão são sua principal arma, e furioso pela situação, Falcão o nocauteia. Enquanto isso, Bernie começa sua campanha na mídia, participando de programas de entrevistas, onde pode esclarecer mais detalhes sobre seu cliente.

A prisão onde Bucky está é bem diferente das prisões militares em que já esteve. Em uma prisão militar... você ainda sabe que é um militar. Já onde está agora... a maioria das pessoas ali sequer tem esperança de conseguir sua vida de volta. Ele tenta se exercitar para ignorar os gritos que ecoam pelos corredores, as ameaças, as brigas... e pensa em como quer empunhar o escudo novamente. Agora ele percebe a carga que Steve carrega... e como ela pode mudar uma pessoa.

Enquanto isso, em um hotel de beira de estrada, Pecado assiste a entrevista com Bernie... e se prepara para transformar Bucky em uma vítima... mais do que imaginam.

Continua...

2 comentários:

Anônimo disse...

HELL YEAH, a BERNIE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Tadinho do Bucky, ele não merece o q tá acontecendo com ele. QUEM na Marvel o odeia tanto??????

E deixem a Pecado BEMMMMMM longe do Bucky


Jovie

Marcos Dark disse...

Em alguns casos (como esse) não se trata de odiar o personagem. Mas, talvez, de gostar dele demais. Caso do Ed Brubaker. Escritores são deuses sádicos em determinadas situações...