quarta-feira, 25 de junho de 2014

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 700

Arte de capa por Carlos Pacheco
Capa alternativa por David Finch
Capa alternativa por Marki Djurdjevic
 - Steve Rogers: Super-Soldier  n° 1 (Setembro de 2010)

* "Steve Rogers: Super-Soldier - Parte 1", história escrita por Ed Brubaker, desenhada por Dale Eaglesham, colorizada por Andy Troy, editada originalmente por Tom Brevoort

Publicada no Brasil, pela Editora Panini, em Avante, Vingadores n° 49 ("Steve Rogers: Supersoldado"), letreirizada por Gisele Tavares, traduzida por Rodrigo Barros, editada por Paulo França

O agente inglês Pete Wisdom apresenta, para Steve Rogers, as fotos de um cientista que trabalhava para a uma emergente farmacêutica... antes de ser carbonizado em seu próprio automóvel. Mas o que interessa realmente a Steve é o fato de a empresa contar um novo pesquisador chefe chamado... Jacob Erskine. O sobrenome não é estranho para ele. Afinal foi um professor Erskine quem lhe administrou a fórmula do supersoldado na Segunda Guerra. Jacob, na verdade, era um neto do professor Erskine. Filho de uma das filhas desconhecidas do cientista com outro nome conhecido por Steve: Tyler Paxton, outro dos candidatos ao experimento com o soro. Mais um "magricela" que concorreu à vaga com ele. O real motivo da presença de Wisdom (tão secreta, que a  escondeu de seus superiores), no entanto, estava ainda mais intimamente ligada ao homem que já foi conhecido como Capitão América. Jacob, dentro desta empresa, parecia ter desvendado e colocado em produção a fórmula do supersoldado, oferecendo-a para quem pagasse mais.

Steve segue para Madripoor, um dos locais mais corruptos do planeta, e se infiltra em uma das festas patrocinadas pela farmacêutica, com o intuito de localizar Jacob. Depois de uma hora de conversa fiada com convidados, Steve localiza Jacob e fica impressionado com algo que não imaginaria ver. A esposa de Erskine... tem uma incrível semelhança física com uma antiga namorada dos tempos da Segunda Guerra. Sua mente deve estar lhe pregando uma peça.

Vestindo seu uniforme da SHIELD, Steve segue para outro andar do prédio, onde, utilizando dardos, põe para dormir seguranças que guardam o elevador privativo de Erskine. Apesar de se precaver e decidir seguir pelas escadas, ao final delas encontra três outros seguranças que aparentam uma força bruta descomunal. De fato, são rápidos demais para o tamanho deles. Ao que parece, já estão usando o soro do supersoldado em sua própria equipe. O que é um erro. Afinal, Steve não foi o único em quem o soro foi testado. Na verdade, foi o único com o qual ele funcionou perfeitamente. Nos outros, o resultado mais próximo os levou a loucura. Um dos seguranças parece demonstrar os efeitos colaterais quando desmaia, sentido uma forte dor de cabeça. Após derrotar os demais, Steve descobre que o segurança caído teve uma espécie de aneurisma. Utilizando um dispositivo criado por Hank McCoy (o herói conhecido como Fera) ele retira uma amostra de sangue e comprova suas suspeitas.

Quando Steve chega até a cobertura de Erskine, o local está apagado. No meio das sombras, no entanto, o cientista já o esperava. Steve pergunta por que Jacob está fazendo aquilo. Seria vingança por seu pai, uma vez que ele não foi o escolhido para testar soro? Erskine se mostra indignado com a acusação. Afinal, enquanto Steve se tornou o Capitão América e enfrentava supervilões nas trincheiras, Tyler seguiu trabalhando para inteligência militar, decifrando códigos alemães. De certa forma, serviu como herói de guerra... sem nunca guardar nenhum rancor por não ter sido o escolhido. E mais, Jacob confessa que mudou seu sobrenome... para chamar a atenção de Steve, pois ele pode ser a chave para aperfeiçoar o soro e levá-lo até seu objetivo: criar a cura do câncer.

Rogers não acredita em uma palavra de Jacob. Seus seguranças mostraram ter sido cobaias do soro e ainda havia o fato da esposa do cientista se parecer com uma mulher que ele acreditava ter morrido setenta anos atrás. Jacob se mostra surpreso com as duas acusações, mas não acredita que seu chefe de segurança possa ter usado a fórmula. Mas antes mesmo que conclua seus pensamentos, Erskine é atingido por uma bala de alta velocidade. Como no passado, havia outro professor Erskine morrendo nos braços de Steve... e ele não tinha ideia do que estava acontecendo.

Continua...

2 comentários:

Anônimo disse...

700!!!!!!!!!!!!!


Legal q a parte 700 tem uma ligação (tênue) com o começo das estórias do Cap.
Mas quando o Steve volta a usar o uniforme verdadeiro dele???

beijos
Jovie

Marcos Dark disse...

Dia chegará.