sábado, 14 de junho de 2014

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 688

 - Captain America 604 (Maio de 2010)

* "Two Americas, Part Three", história escrita por Ed Brubaker, desenhada por Luke Ross, artefinalizada por Butch Guice, colorizada por Dean White, editada originalmente por Tom Brevoort

Publicada no Brasil, pela Editora Panini, em Os Novos Vingadores n° 88 ("Duas Américas, parte 3"), letreirizada por Gisele Tavares, traduzida por Jotapê Martins, editada por Paulo França

As intenções de Burnside são mais insanas do que se imaginava. Como se já não bastasse ele, como Capitão América, ter se unido aos extremistas conhecidos como Cães de Guarda, a captura de Bucky tem como objetivo fazê-lo usar o uniforme de... Bucky da Segunda Guerra, atuando como seu parceiro. Caso o herói se recuse a vestir o uniforme, Falcão, que foi capturado, será morto. Ele não vê outra saída.  

Falcão acorda e percebe que o chão abaixo dele está se movendo. Está em um trem em movimento. Algemado, percebe que dois Cães de Guarda o vigiam no mesmo vagão. Os terroristas estão confiantes, pois o dispositivo que permitia o herói voar foi retirado. Para eles, agora ele é apenas um homem comum. O que eles não sabem é que Sam ainda mantém sua ligação com sua mascote, Asa Vermelha, que o segue e entra no vagão atacando os Cães. Isso dá tempo suficiente para que Sam possa se livrar das algemas e derrotar seus dois captores.

Sam percebe que estão indo para o sul. Consegue avançar mais alguns vagões, por cima deles, e derruba uma das sentinelas. Isso faz com que os demais terroristas percebam que o prisioneiro fugiu. O ataque silencioso do herói acabou. Ele salta para dentro do vagão e utiliza tudo que Steve o ensinou sobre combate corpo-a-corpo tanto para derrotá-lo quanto para escapar dos disparos de suas armas. Em dado momento... os disparos terminam. Ao olhar dentro do vagão que se encontra, percebe uma grande quantidade de explosivos, motivo pelo qual os disparos cessaram. Ele derrota os Cães restantes e avança.

Chegando até ao maquinista, que está sendo vigiado por um dos terroristas, descobre que esse está sendo obrigado a levar o trem-bomba adiante. Após livrar o refém, este revela que a linha onde estão é considerada desativada. O fim dela está uma parte de Las Vegas onde está havendo uma conferência. Não é possível parar o trem, pois os Cães destruíram os freios. Só é possível desacelerar nas curvas, o que não seria suficiente. Ainda assim, o ataque não é o plano principal dos terroristas. Ele é distração para algo maior.

De fato, um avião leva outros Cães de Guarda, liderados pelo Capitão América (Burnside) e seu novo Bucky. O vilão deixa claro que não se uniu ao grupo extremista. Foram eles que se uniram sua causa. E, hoje, a América irá ouvi-los. Quando chegam a seu destino, Bucky entende o que ele quer dizer. O plano de Burnside é explodir a Represa Hoover.

Continua...

A+:

* A Represa Hoover, considerada o maior projeto dos Estados Unidos da América, foi construída entre 1931 e 1936. Tornou-se um dos lugares históricos dos EUA. Curiosamente, diversas obras que demonstram o perigo de uma represa prestes a ruir (seja no cinema, animação, séries ou quadrinhos) logo remete a esse local.

ÂmagoNews:


GALERIA
Capitão América, por Jayson Hotchkiss.

ENQUANTO ISSO:

* Notícias sobre o uniforme do Capitão América começavam a aparecer. De fato, o personagem utilizaria duas versões, como já havia adiantado o diretor Joe Johnston. O primeiro, mais espalhafatoso (quase uma sátira ao visual com cores berrantes no quadrinhos) estaria ali apenas para apresentá-lo como um "produto" do exército. Já o segundo (e oficial como herói) não tem as famigeradas asinhas sobressaindo nos lados da cabeça, mas apenas são lembradas no capacete com o "A" em sua frente. Lembrando mais um militar realmente, o capacete é preso por uma tira até o queixo e sua máscara não faz parte exata mente do uniforme. O material mais parece um tipo de couro do que tecido. As listras coloridas do abdômen estão lá, mas de modo que sejam algo que as lembre dos quadrinhos. Calça por dentro das botas e o famoso escudo circular completam o conjunto. Pela descrição, até então, parecia ser mais a versão "ultimate" do personagem.

* Apesar de escolhido o intérprete do Caveira Vermelha, nada havia de oficialmente assinado para que Hugo Weaving realmente encarnasse o Caveira ("encarnasse o Caveira"... preciso pensar sobre isso...). E no quesito de “confirmados mas não oficializados”, tínhamos o ator Dominic Cooper como intérprete do jovem Howard Stark (sim, o pai de Tony Stark) em Capitão América. Anteriormente, Cooper estaria cotado para interpretar Fandral no filme do Thor.

SEM FILA:

* E com a palavra, papai Stark : 



Nenhum comentário: