quarta-feira, 21 de maio de 2014

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 674

 - Captain America n° 600 (Augusto de 2009)

* "In Memoriam", história escrita por Roger Stern, desenhada por Kalman Andrasofzky, colorizada por Marte Garcia, editada originalmente por Tom Brevoort

Publicada no Brasil, pela Editora Panini, em Os Novos Vingadores n° 75 ("In Memoriam"), letreirizada por Valéria Calipo, traduzido por Fernando Lopes e Jotapê Martins e editada por Paulo França

Josh vai visitar a bela casa de Bernie Rosenthal em Santa Fé, no Novo México. Ele se surpreende com os desenhos nas paredes. Retratos dele, dela, de Steve e de Mike... da época em que eram vizinhos no Brooklin. Na verdade, ele não se lembra de ter posado para aquela arte. Bernie explica que Steve os desenhou de memória. Esses quadros, inclusive, são tudo que lhe restou dele.

Faz um ano que Steve se foi. Bernie ainda se lembra de quando Mike os apresentou. Ela não se lembra do que vestiam... mas nunca esqueceu o sorriso dele, ou os profundos olhos azuis, ou a covinha na bochecha quando ele lhe sorria. Só depois eles ficaram sabendo que Steve era o Capitão América. Nem desconfiaram quando ele ajudou na mudança de Bernie e se mostrava incansável. Foi nesse dia que Mike, eufórico, trouxe o jornal com a notícia de que o Capitão América era candidato a presidente.

Mesmo sem saber de sua identidade secreta, Bernie logo se apaixonou por Steve. Quando revelou que o amava, ele demonstrou certa preocupação. Um silêncio constrangedor, até. Não era medo pelo compromisso, mas o fato de manter tanto de sua vida escondida. Isso mudou em um comício onde se iniciou um conflito e o Capitão América apareceu. Quando o herói começou a falar, ela percebeu que era Steve.

Namorar um super-herói era algo estranho. Ela se envolveu em um conflito com a criatura chamada Primus, que assumiu a forma de seu namorado... e acabou salvando-o. Apesar de momentos divertidos, como quando ele a levou para a Mansão dos Vingadores para vê-lo treinar, era difícil dividir seu tempo com outros heróis... ou mesmo com o mundo. Chegou a um ponto em que cada um tomou seu rumo. Ela, seguindo para a escola de advocacia. Ele seguiu seu caminho.

Em algumas ocasiões, suas vidas se cruzaram novamente. Como da vez em que ela foi feita refém do grupo Cães de Guarda. Ao salvá-la, descobriram que Mike estava envolvido com o grupo. Foi uma surpresa para todos. Ele tentou dar a volta por cima, denunciou o grupo e se entregou. Na prisão, se envolveu com outro criminoso. Ele acabou morrendo e a autópsia revelou que ele tinha uma espécie de tumor cerebral, o que, de certa forma, explicaria suas variações de humor. Bernie ficou com o chapéu de bombeiro e com as cinzas de Mike.

Ela revela que estava na frente do tribunal no dia que Steve morreu. Ela o chamou no meio da multidão... assim como muita gente. Ele não deve tê-la visto. Então... o disparo. E ela não podia fazer nada. Depois daquilo, ela saiu da cidade. Sentiu-se uma covarde. Não era como Steve. Não era como Josh, que cuidava de crianças com deficiência de aprendizado. Ainda assim Josh a lembra que ela se tornou uma excelente advogada. Defendeu nativos americanos recentemente. De certa forma, todos eles são heróis. Ela se conforta, mas sabe que ainda devem fazer algo por um velho amigo.

Em uma colina próxima, eles espalham as cinzas de Mike Farrell. Coincidentemente, explodem fogos de artifícios nos céus, nas cores vermelho, branco e azul. Uma homenagem do povo a Steve Rogers. Mais do que uma homenagem oficial, é o tributo de mentes e corações que acreditaram no sonho que o herói defendia.

A+:

* Steve conheceu Bernie na parte 233 do Diário de Steve Rogers; o herói foi indicado a candidato para presidente na parte 235; a luta com o vilão Primus, que tomou a forma de Steve, aconteceu na parte 261; Bernie ficou refém dos Cães de Guarda na parte 400.

ÂmagoNews:

Nos dia 1 a 4 de maio, aconteceu a 20ª FestComix, a aguardada feira de quadrinhos da Comix Book Shop. O evento, recheado de promoções, lançamentos, workshops, palestras e as ilustríssimas presenças de convidados nacionais e internacionais, ocorreu no Centro de Convenções Imigrantes, em São Paulo.

Estive no evento no dia 03.05 (sábado) e a única reclamação que tenho não é exatamente minha... mas de minha conta bancária! Se em uma Comic Shop a tentação é grande, imagine em um evento gigantesco como esse. É percorrer um grande espaço e perder a noção do tempo.

Além disso, existe o prazer de reencontrar amigos, conhecer pessoalmente aqueles que até então só conhecemos virtualmente e, com isso, se sentir abençoado por gostar dessa arte que, além de entreter, ensinar, divertir e nos fazer viajar, ainda nos proporciona a dádiva de amizades tão valiosas.

Por lá, trombamos com Daniel HDR (das mãos de quem vi "nascer" um exclusivo Capitão América, ao vivo, o que, até então, assistia em seu canal exclusivo), além da simpaticíssima Amanda; Sérgio Roberto Campos (amigaço da podosfera, do qual não posso revelar o codinome para a meia dúzia de pessoas no planeta que ainda não o conhecem... mas ouçam o Inominata 616 e leiam o Marvel 616), Laudo Ferreira Jr. e Omar Viñole (que nos presentearam com a última parte da trilogia Yeshua), Eduardo Marchiori e Ricardo Quartim (amigos do staff da Mundo dos Super-Heróis), Edson Diogo (do Guia dos Quadrinhos), Will (trazendo seu incrível Sideralman em um inusitado encontro com o Homem Grilo, de Cadu Simões); também esbarrando por lá com Cammy (também do Marvel 616), Felipe Morcelli (que lançou o esperado livro Fazendo o Homem Acreditar), entre muitas outras estrelas do meio quadrinhístico. Sim, havia muitos mais. Mas a cachoeira de simpatia por metro quadrado ainda não faz justiça a todos os nomes que ali estavam. E destaco ainda a surpreendente galeria de cosplay que desfilavam cada qual encarnando seu personagem.

Um dia muito agradável... tal qual um excelente roteiro, tal qual uma espetacular arte. Agora é contar com a próxima, cada vez maior e mais espetacular que essa edição do evento. Evento com o gostinho daquele requadro que diz "[ continua... ]".

Ah, sim... A Comix tem, claro, sua própria loja onde você pode se perder de vez em quando também.

2 comentários:

Anônimo disse...

Oiê!!!!
Adorei os links para as partes mais antigas. Imagina já dá pra sentir nostalgia da parte da Bernie com o Steve. Eles eram tão perfeitos juntos.


Beijos
Jovie

Marcos Dark disse...

Sempre que possível, linkarei mais recordatórios por aqui para enriquecer a leitura de vocês.