segunda-feira, 19 de maio de 2014

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 673

- Captain America n° 50 (Julho de 2009)

* "Passing the Torch", história escrita e desenhada por Fred Hembeck, colorizada por Chris Giarrusso, editada originalmente por Tom Brevoort

Publicada no Brasil, pela Editora Panini, em Os Novos Vingadores n° 75 ("Passando a Tocha"), letreirizada por Valéria Calipo, traduzido por Fernando Lopes e Jotapê Martins e editada por Paulo França

No início da década de 60, antes do retorno do Capitão América no então recém-nascido Universo Marvel, a própria editora fez uma espécie de teste de aceitação do personagem. Uma verdadeira pegadinha, mostrando a volta do Capitão América... só que não.

Foi em uma das histórias solo do Tocha Humana que o criminoso conhecido como Acrobata (identidade de Carl Zante) decidiu enganar o integrante do Quarteto Fantástico com uma fantasia do Capitão América. Até então, acreditavasse que o herói sumiu na Segunda Guerra e a tentativa para se passar pelo retorno do mesmo era válida. Mas a curiosidade se tornaria ainda mais bizarra por um detalhe que passou batido por Zante: o calção do herói, ao contrário do original, era vermelho. Motivo mais do que evidente para denunciar a farsa. O herói do passado havia ficado no passado, enfim.

A história acabou fazendo certo sucesso entre os leitores, principalmente pela volta do mítico herói da Segunda Guerra. Era a prova final de que o Capitão América... o verdadeiro Capitão América... não estava ultrapassado afinal. E estava pronto para ressurgir no então moderno Universo Marvel. O resto é história...

O cartunista Fred Hembeck decidiu homenagear essa insólita história de uma forma mais insólita ainda. Através de um relato cômico (tanto quanto seu traço), Hembeck nos mostra o próprio Carl Zante contando a história do seu ponto de vista... inclusive deixando clara a mancada do calção vermelho. O vilão nunca teve muito destaque depois disso, o que é explicado no relato, uma vez que ele diz que, depois dessa, decidiu se regenerar (apesar de AINDA vestir o SEU uniforme de Capitão América). Ainda assim, Zante não fica atrás quando relembra que não passou ridículo sozinho. Com orgulho, destaca sua ideia de acertar o Tocha Humana com um esfregão molhado. Pura Era de Prata. Puro nonsense. Prato cheio para Hembeck se esbaldar.

Nenhum comentário: