sábado, 17 de maio de 2014

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 665


- Captain America n° 44 (Janeiro de 2009)

* "Time's Arrow - Part 2 of 3", história escrita por Ed Brubaker, desenhada por Luke Ross, artefinalizada por Fabio Laguna e Rick Magyar, colorizada por Frank D'Armata, editada originalmente por Tom Brevoort

Publicada no Brasil, pela Editora Panini, em Os Poderosos Vingadores n° 70 ("A Flecha do Tempo - Parte 2 de 3"), letreirizada por Valéria Calipo, traduzido por Jotapê Martins e editada por Paulo França

Pequim, 1968.

O Soldado Invernal compreendeu os parâmetros da missão. É de máxima importância evitar um incidente internacional. Mas o Soldado garante que ele não será visto... Ninguém vivo o verá. Quanto ao alvo... o Professor Zhang Chin... ele terá que morrer.

Ao chegar até o local onde o professor está, este reconhece o Soldado Invernal de muito tempo atrás. Da época em que ele atuava ao lado do Capitão América, como Bucky. Surpreso pelo professor Chin o reconhecer, ele mal percebe que seu alvo está sendo protegido por um misterioso homem envolto em sombras.

Cidade de Nova York, hoje.

O agente que auxiliou Viúva Negra e o Capitão América está com seu emprego comprometido. Ao ser transferido para um escritório de Madripoor, ele percebe que estão querendo sua renúncia. Os heróis já se arrependem de ter pedido ajuda, prejudicando um inocente. Mas, se a ONU está se portando dessa maneira, há algo a esconder. O agente não sabe ao certo do que se trata, mas, pela forma como foi questionado, é algo que estão tentando esconder... do Capitão América. A Viúva descarta que seja alguma informação sobre Bucky, já que Nick Fury e Tony Stark cuidaram de encobrir tudo a seu respeito. Cabe aos dois investigarem do que se trata, afinal.

Bucky começa interrogando antigos contatos do mercado negro. Contatos que fez entre mercenários quando atuava como Soldado Invernal. Indo atrás do paradeiro de Batroc, ele acaba esbarrando em outro nome: Griffing, ex-Forças Especiais. Encontrar sua residência não se mostra tão difícil. Afinal, ex-soldados das Forças Especiais recebem correspondências regulares do governo. Chega a acreditar que Batroc está contratando qualquer um. Diferente do vilão, soldados não agem por dinheiro. Pelo menos, soldados de verdade. Bucky aprendeu muita coisa da época que atuou como Soldado Invernal. É esse "instinto" que o faz encontrar, escondido na ventilação do apartamento de Griffing, um envelope com dinheiro e um mapa. Soldados ficam previsíveis quando ficam preguiçosos.

Na tarde seguinte, ele segue para o local onde a ONU decidiu transportar (sob forte escolta) aquilo que não querem que descubra. Batroc está lá, interceptando a carga. Desta vez, o Capitão América está pronto pra ele e ansioso pela revanche. Porém, quando ele nota que Batroc também estava preparado, chega à conclusão que Griffing não era um soldado desleixado, afinal. Tudo foi armado, porque queriam ele naquele local. O Capitão América é surpreendido por aquele que pode ter arquitetado essa armadilha. Um homem envolto em sombras e com uma força e habilidade surpreendentes. Ele o reconhece do passado.

Continua...

Nenhum comentário: