sábado, 15 de março de 2014

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 617


Arte original de Steve McNiven. Clique na imagem para vê-la com mais detalhes
 - Civil War n° 6 (Janeiro de 2007)

* "Civil War, Parte Six", história escrita por Mark Millar, desenhada por Steve McNiven, artefinalizada por John Dell III, Tim Townsend e Dexter Vines

Publicada no Brasil, pela Editora Panini, na revista Guerra Civil n° 6 ("Guerra Civil - Parte 6") e no livro Marvel Deluxe: Guerra Civil

O Justiceiro está invadindo o Edifício Baxter e relata a evolução de sua missão para o Capitão América. Ele já está no andar trinta e oito e nenhum dos alarmes tocou. O Justiceiro tem que ter um imenso cuidado em não tocar nas esferas em sua volta. Se fizer isso, todo o sistema de segurança o atacará, como se ele fosse um organismo invasor. Sue Richards revelou que seu marido baseou-se no sistema imunológico humano para criar esse sistema de segurança. O sistema dessa semana. O Justiceiro usa uma roupa especial que o deixa invisível para todas as câmeras e lasers.  Na verdade, ele roubou a roupa de um dos depósitos de Tony Stark.

Chegando à base de dados do Baxter, o Justiceiro terá que conseguir o máximo de informação sobre a prisão conhecida apenas como 42, que está mantendo todos os prisioneiros na dimensão conhecida como Zona Negativa. O Capitão América só se preocupa se o Justiceiro consegue pegar o que precisa sem matar ninguém. O que Castle descobre é que a prisão é mais instransponível do que imaginavam.

Os Vingadores Secretos se preparam para atacar e recrutam o máximo de heróis não registrados possível. Uma das faltas é Namor, que prefere não se envolver. Em compensação, o casal Pantera Negra e Tempestade, em resposta ao que aconteceu ao Golias Negro, irá apoiá-los. O Homem-Aranha agora está com os secretos e não está mais utilizando o uniforme criado por Stark. A ideia é entrar na prisão da Zona Negativa através da Ilha Ryker, antes que os grupos governamentais empreendam seu último e grande ataque.

Cascavel surpreende a todos trazendo os vilões Inseto Dourado e Saqueador para o grupo. Na verdade, a comunidade de vilões está ainda mais preocupada com a guerra de Tony Stark e decidiram ajudar os secretos. Afinal, Stark também tem seu grupo de vilões, representados pelos Thunderbolts. A resposta para essa proposta vem das armas do Justiceiro, que executa os dois vilões na frente de todos. Capitão América esmurra o Justiceiro e o acusa de assassino. O Justiceiro, por sua vez, diz que fez isso por se tratarem de vilões, ladrões e assassinos. Enfurecido, o Capitão América espanca o Justiceiro, que não reage devido ao respeito que tem para com o herói. O Capitão quer o Justiceiro fora do grupo, porém detido. O Homem-Aranha explica que Castle não reagiu devido ao Capitão ter sido a inspiração que o levou ao Vietnã. De certa fora, o Justiceiro seria uma espécie de Capitão América de outra guerra. Já o próprio Capitão América discorda da observação, julgando o Justiceiro como apenas um louco.

A Mulher Invisível usa seu poder para deixar os secretos invisíveis e, assim, eles conseguem invadir a Ilha Ryker. Pantera Negra ajuda a neutralizar a segurança do local. Mas o sentido do Homem-Aranha prevê grande perigo. De fato, um enorme grupo de heróis e vilões liderados pelo Homem de Ferro chega ao local. A emboscada aconteceu graças a uma espiã no grupo do Capitão. Mas o Capitão América estava ciente da traição de Tigresa. O Homem de Ferro não entende, pois somente ele, Reed Richards e Hank Pym sabiam sobre ela. O Capitão América só teve conhecimento, pois também tem seu espião no grupo de Stark. Hank Pym. Na verdade, o verdadeiro doutor Pym está sedado e o que se encontra no grupo é o jovem vingador Hulkling que é capaz de mimetizar quem quiser. Inclusive lhe dando acesso às celas da prisão 42.

O cenário para a última batalha está armado.

Continua...

2 comentários:

Anônimo disse...

Olha só quanta tragédia, mas ao menos a Rachel apareceu outra vez \o/

Ou essa Cascavel é outra pessoa, mas tá usando o nome dela?



J.

Marcos Dark disse...

É a mesmíssima Cascavel dos bons e agora distantes tempos.