quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 606

 - Captain America n° 17 (Junho de 2006)

* "Collision Courses - Part 2", história escrita por Ed Brubaker, desenhada por Mike Perkins

Publicada no Brasil, pela Editora Panini, na revista Poderosos Vingadores n° 41 ("Rota de Colisão - Parte 2") e no livro Marvel Deluxe: Capitão América n° 2 - A Ameaça Vermelha.

Steve e Sharon acham estranho que um integrante da IMA peça ajuda logo a eles, que os enfrentaram várias vezes. O problema maior, no entanto, está na presença de Ossos Cruzados e alguém que eles dizem ser "uma garota maluca", que tomaram um de seus laboratórios. O casal decide investigar. No caminho, o integrante da IMA lhes dá mais detalhes.

"Vocês provavelmente já devem ter reparado que Pilsburg não é uma cidadezinha comum... Desde o início dos anos 90, ela tem sido literalmente governada por uma célula de pesquisas subterrâneas da IMA... Nossa instalação funciona debaixo da maior parte do centro... E os funcionários públicos locais ou se calam de medo, ou estão em nossa folha de pagamento. E foi assim por anos... nós fazendo nossa pesquisa e a cidade prosperando". 

"Mas, na semana passada, um superagente invadiu nosso laboratório. Ele destruiu vários protótipos cruciais bem como dominou um de nossos prédios na cidade. Tudo tem sido uma confusão desde pouco antes de o Caveira Vermelha ser assassinado. Várias divisões da IMA se desligando e levando consigo nossas pesquisas. Um dos nossos agentes de campo estava seguindo Ossos Cruzados, à espera que ele contatasse os grupos que agora se chamam IDA. Ideias de Destruição Avançada. Ao que parece, o disfarce do nosso agente foi descoberto... quer dizer, estou supondo... porque tudo que eu sei é que duas noites atrás fomos invadidos de novo... mas dessa vez foi diferente. Ossos Cruzados e essa menina, uma louca desvairada, de alguma forma obteve acesso ao nosso túnel principal e simplesmente... bem, nós somos cientistas, não soldados. Vocês sabem disso. Mas nem todos se entregaram. Eu me escondi... assim como meus amigos. Os caras que vocês deixaram no hotel."

"Quando Ossos e a garota abriram o cofre... eles viram aparelhos que, se usados corretamente, podiam destroçar um quarteirão inteiro... e, se usados incorretamente, bem... Quando eu vi o olhar em seus rostos ao abrirem aquele cofre... principalmente a expressão da garota... senti até um calafrio. Conseguimos escapar pra superfície e ficamos sabendo da presença de vocês na cidade."

Após o relato do cientista da IMA, para sua surpresa, Sharon ordena o avança de vários outros agentes da SHIELD, que pousam de modo furtivo. Na entrada principal do laboratório subterrâneo, Sharon lembra ao cientista que o acordo é que ele seja levado sob custódia após digitar os códigos de acesso. Antes que ele responda, no entanto, um tiro certeiro o mata. O Capitão América avança em meio a um tiroteio entre os agentes da SHIELD e os cientistas da IMA, que estão sendo liderados por Ossos Cruzados.

Por outra porta, Steve e Sharon veem a entrada de vários agentes uniformizados diferentes. O Capitão América já os enfrentou na Filadélfia. Trata-se do Esquadrão Modoc. Unidades militares com mente de colmeia. Possivelmente já foram humanos um dia. Agora são apenas armas. A única forma de detê-los é mirando na cabeça. Já o Capitão América, os enfrenta da melhor forma possível. Após derrotarem o Esquadrão Modoc, Sharon constata que os agentes já prenderam todos os operativos da IMA. Porém, o grupo responsável por garantir o cofre da organização não responde.

O saldo do ataque da SHIELD é de cinco agentes feridos, dois mortos... e um que foi levado. Não levaram absolutamente nada do cofre. Sharon pede para ligarem o GPS do agente que foi levado... se ele ainda estiver vivo. Agora, o Capitão América sabe por que Bucky esteve ali.

Steve e Sharon visitam a Srta Tolin, que mora nos arredores de Pilsburg. Ela confirma ser filha dos antigos donos da pousada local e que sua mãe, cujo nome de solteira era Gretchen Zeller, veio da Alemanha. Apesar de desconfiada, a Srta Tolin diz que alguém lhe fez perguntas sobre sua mãe uma semana atrás. O Capitão América lhe mostra uma foto e ela diz que foi quem lhe questionou uma semana antes, só que com um cabelo mais curto do que o da foto. Quando a Srta Tolin exige saber o porquê do interesse em sua mãe, Steve abre sua camisa e mostra seu uniforme. Ele também a conheceu... durante a Segunda Guerra. Mais tranquila, Tolin diz que o homem que a visitou só queria saber onde sua mãe estava enterrada... e que queria prestar as últimas homenagens antes que fosse tarde demais.

Apesar de Bucky, como Soldado Invernal, ter vários contatos que lhe possibilitariam encontrar alguém que imigrou para os Estados Unidos e mudou de nome, Steve acha muito improvável que conseguisse alguma ajuda nesse sentido. Ele desconfia do envolvimento de Nick Fury, que está foragido desde sua empreitada particular contra a Latvéria. Quanto ao "tarde demais" citado por Bucky, acredita-se que ele irá tentar matar Lukin.
ÂmagoNews:

* Falando sobre a primeira aparição da Tropa Alfa: Se Com Um Único Canadense Já Havia Encrenca...

Nenhum comentário: