segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 603

 - What If: Captain America (Fevereiro de 2006)

* "What If... Captain America Fought in the Civil War?", história escrita por Tony Bedard, desenhada por Carmine Di Giandomenico, artefinalizada por John Stanisci

Publicada no Brasil, pela Editora Panini, na revista Wizard Brasil n° 36 ("O Que Aconteceria Se O Capitão América Tivesse Lutado Na Guerra Civil?")

Em plena Guerra Civil americana, o cabo Stephen Rogers chega ao Regimento Redlegs e seu idealismo (e ingenuidade) são tratados com escárnio por seus companheiros. A dura realidade fica mais clara para o cabo diante do comando sanguinário do Coronel Buck Barnes.

A missão seguinte é deter o exército rebelde na fronteira do Kansas com Missouri, mas o que Rogers vê é que seu próprio Regimento aproveita a batalha para massacrar e saquear civis... com conivência do Coronel Barnes. Ao confrontar seu superior, mostrando que, definitivamente, não faz parte desse esquema, Rogers se vê sob a mira de Barnes... quando, repentinamente, uma águia ataca o rosto do coronel. Ainda assim, Rogers é atingido nas costas e arrastado por cavalos por vários quilômetros.

Durante o tortuoso caminho, ao qual sobreviveu milagrosamente, Cabo Rogers tem visões com o espírito da águia. No fim de sua "viagem" é resgatado por um soldado negro chamado Wilson, que tem conhecimentos xamânicos e revela que Rogers foi escolhido pela águia para unificar todas as nações. Para libertar todo seu potencial, Wilson executa um feitiço xamânico. Barnes chega até o quarto onde o feitiço está sendo realizado e é rechaçado, tendo seu rosto queimado até o crânio.

Os homens do Coronel Barnes, agora desfigurado e ainda mais enlouquecido, recebem ordens para matar os negros e os índios. Wilson é morto durante a batalha. Rogers ressurge transformado e trazendo uma espécie de escudo instransponível, derrotando o Coronel Barnes (que, mais tarde seria conhecido como Caveira Branca, devido a seu rosto cadavérico). 

Devido as suas ações, que levaram a Guerra Civil americana a terminar mais cedo do que se sabe, Rogers foi apelidado de Capitão América. Impediu, inclusive, o assassinato de Lincoln. O Caveira Branca ressurgiria e reformularia a Klu Klux Klan em um novo grupo da supremacia branca, que seria combatido pelo novo herói.
A+:

* A série "O Que Aconteceria Se...", que já chegou a ter sua própria série mensal, era geralmente narrada pelo personagem Vigia, que observava todas as realidades alternativas do Universo Marvel. O curioso dessa nova leva de histórias desse tipo é que as realidades alternativas eram vistas por uma espécie de hacker, que acessava as mesmas através de seu computador. O codinome utilizado pelo hacker era... O Vigia.

* Apesar dessa versão de Bucky (ou seria ou Soldado Invernal?) ser utilizada como vilão, sua aparição prova a aposta da Marvel no personagem ou mesmo a popularidade que o arco, escrito por Ed Brubaker na revista mensal do Capitão América, alcançou.

Nenhum comentário: