sábado, 15 de fevereiro de 2014

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 591

 - Captain America 3 (Março de 2005)

* "Out of Time Part Three", história escrita por Ed Brubaker, desenhada por Steve Epting e Michael Lark

Publicada no Brasil, pela Editora Panini, na revista Os Poderosos Vingadores n° 27 ("Tempo Esgotado, parte 3"); no especial Marvel Deluxe: Capitão América n° 1; e pela editora Salvat, no fascículo n° 44 da Coleção Graphic Novels Marvel

O Capitão América participa de uma reunião das operações da SHIELD presidida por Sharon Carter, no subporta-aviões. O rastreamento do receptor do Caveira Vermelha levou a equipe para Paris. Sharon percebe que Steve Rogers está exausto, devido aos últimos acontecimentos e pede que ele descanse.

Steve Rogers se lembra do dia em que, em missão secreta, ele e Bucky foram capturados pelo Barão Zemo, na Segunda Guerra. Mas... é estranho que tenha lembranças de uma missão... que não aconteceu daquele jeito. Os pensamentos de Rogers são interrompidos por um oficial que o chama a pedido de Sharon, pois receberam notícias de seu esquadrão em Londres.

Union Jack, o herói inglês que está auxiliando a SHIELD, parece ter encontrado os homens do Caveira Vermelha. O problema é que todos foram massacrados e a bomba que procuravam, levada. Agora, o Cubo Cósmico e uma arma de destruição em massa estão em mãos do misterioso inimigo.

Ao descerem, Steve e Sharon são alertados para um hovercraft da IMA que está levantando voo. O Capitão América salta, intercepta e derruba o hovercraft com uma bomba luminosa. Os asseclas da IMA abrem fogo contra o herói, que os derrota facilmente. Assim, eles recuperam uma bomba de destruição em massa, porém os criminosos alegam não fazer parte do ataque em Londres. Na verdade, estavam recuperando a arma que a IDA, formada por dissidentes da IMA, havia roubado. Eles nada sabem sobre o Cubo Cósmico. Ao relatar a missão para Fury, o coronel informa que o exame de DNA confirmou que aquele realmente é o corpo do Caveira Vermelha.

Steve e Sharon, em sua folga enquanto esperam novas ordens, passeiam por Paris. Para Steve, o local lhe traz ainda mais lembranças do passado.

"Estive aqui muito tempo atrás... em agosto de 1944. Meus amigos e eu operávamos com a resistência francesa durante o levante. Já estávamos na França, como parte da Operação Dragão. Então avançamos do sul e encontramos os líderes da Maquis pra ajudar no planejamento do ataque. Eu tinha visto muitos combates... e veria muitos outros antes de chegar à França... mas a selvageria infligida a essa gente... nunca vi nada igual até chegarmos a Buchenwald. Por isso eu fico furioso quando ouço meu próprio povo tachar os franceses de covardes. Estamos falando de um povo que nunca desistiu de combater a ocupação nazista. Seu país pode ter se rendido, mas as pessoas, não.

Eu vi homens e mulheres, civis, atacarem divisões panzer, sabendo que seus entes queridos seriam massacrados pelos nazistas como desforra. Num só dia, seiscentos homens, mulheres e crianças foram executados na vila de Oradour-Sur-Glane. Tudo por causa do que os Maquis fizeram no Dia D... impedindo tanques de chegarem à Normandia. Já viu seiscentos cadáveres num só lugar? Claro que já... Mas, até então, eu não tinha visto. Por isso, tivemos orgulho de ajudar a resgatar Paris. O Desfile da Vitória seguiu por aqui, atravessando os Champs-Elysées. Meus amigos e eu assistimos das laterais. Era o dia deles, não o nosso. Mas eu nunca vou esquecer o preço que os franceses pagaram por ele... “Provavelmente é por isso que está sempre foi uma das minhas cidades favoritas.”

A investigação da SHIELD só parece estar caminhando bem, apesar de eles terem detido a IMA de adquirir uma bomba. Mas, ao mesmo tempo, fica a sensação de que aquilo é só o começo.

Continua...

2 comentários:

Anônimo disse...

Argh, "Steve e Sharon, em sua folga enquanto esperam novas ordens, passeiam por Paris. Para Steve, o local lhe traz ainda mais lembranças do passado." Eles estão em Paris e ele fica pensando no PASSADO??????!!!!!! Assim não dá!!!!!!!!


Jovie

Marcos Dark disse...

Steve é operário padrão.