domingo, 9 de fevereiro de 2014

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 584


 - Avengers n° 500 (Setembro de 2004)
* "Chaos, Part One", história escrita por Brian Michael Bendis, desenhada por David Finch e artefinalizada por Danny Miki

Publicada no Brasil, pela Editora Panini, na revista Os Poderosos Vingadores n° 21 ("Caos - Parte 1"); no especial Vingadores - A Queda; e pela editora Salvat, no fascículo n° 34 da Coleção Graphic Novels Marvel

Capitão América chega ao local onde costumava ser a Mansão dos Vingadores. Uma grande explosão destruiu o local e vitimou um dos heróis, o Homem-Formiga. O herói se irrita quando um dos oficiais do resgate trata o mordomo Jarvis como se fosse um simples "velho". Afinal, Jarvis já viu tanta coisa acontecer ao grupo que se pode considerá-lo um vingador também. O mordomo lembra que alguém precisa ligar para a filha de Scott Lang, o Homem-Formiga, para informar que seu pai faleceu.

Uma nave dos Vingadores se aproxima. De fato, após a tragédia, todos os integrantes foram convocados e ainda estão chegando. Mas, estranhamente, a nave não diminui sua velocidade conforme se aproxima. O Capitão América percebe que quem a pilota é o androide vingador conhecido como Visão. E também percebe que ele não tem intenção nenhuma de desacelerar. E uma segunda explosão acontece no mesmo lugar, dessa vez devido ao choque da nave contra os escombros da mansão. Visão, capaz de alterar a densidade de seu corpo, sai aparentemente sem danos dos restos da nave. Com sua voz robótica, ele traz uma mensagem de mau agouro incomum.

"Vingadores, trago-lhes notícias nesse nosso trágico momento. Lamento informá-los de que não controlo mais os organismos que formam minha estrutura corpórea... E que vocês perderam o controle sobre tudo o que nós, como grupo, valorizamos. Ou que, como indivíduos, consideramos importante. Nosso tempo acabou. Não posso explicar, em termos que qualquer um de vocês compreenda, o como e porquê disto ter nos acontecido... visto que apenas agora começo a compreender onde foi que nós, como grupo, fracassamos... e por que estamos prestes a ser punidos. Saibam que, embora pareça traição da minha parte... não sou eu quem lança esta praga sobre vocês. Saibam que sinto uma arrasadora vergonha pelo que agora devo..."

Antes de terminar a frase, o corpo de Visão começa a derreter. De sua escancarada e deformada mandíbula são lançados esferas metálicas. O Capitão América faz com que os vingadores presentes se afastem. As esferas começam a se desfazer e formar, cada uma, algo novo. Cada uma delas se torna um corpo de um dos maiores inimigos do grupo: o robô Ultron. Os heróis atacam como podem (uma vez que já é tarde para recuar), mas o corpo (ou corpos) de Ultron é praticamente indestrutível.

Com seu escudo, o Capitão América decapita uma das cópias de Ultron e percebe que ele pára de funcionar. Percebendo isso, ordena que os Vingadores atinjam o pescoço de cada unidade. Aparentemente, o ataque tem efeito e as réplicas são desativadas uma a uma.

Ainda espantados com o que Visão, indiretamente, acaba de fazer, os vingadores chegam a certa lógica no ataque. Visão, no passado, foi criado por Ultron para destruir os vingadores. O sintozóide, no entanto, conseguiu quebrar a programação e trair Ultron, unindo-se aos vingadores. Antes que continuem com as conclusões, o Capitão América prefere encerrar a conversa em respeito de um, afinal, membro do grupo. A única que não aceita essa observação é a Mulher-Hulk, visivelmente abalada pelo que acaba de acontecer. Ela agarra o corpo do desativado Visão e quer respostas. O Capitão pede que ela se acalme. Mas, em um ataque de surpreendente fúria... Mulher-Hulk rasga o corpo do Visão ao meio.

Vespa tenta acalmar a Mulher-Hulk lembrando-a que, ao contrário de seu primo, ela sabe se controlar. A Mulher-Hulk, no entanto, nocauteia a Vespa sem pensar. Já basta! O Capitão tenta acabar com aquilo. Mulher-Hulk, então, parte para cima do herói, que consegue se livrar dos poderosos golpes da heroína graças a seu escudo. O impacto, no entanto, faz com que ele cambaleie e caia. Quando está acordando, o Capitão América só consegue ver um veículo militar, atirado pela Mulher-Hulk sobre ele, se aproximando. Em seguida... apenas a escuridão.

Continua...
A+:

* Esse arco comemorativo das quinhentas edições da revista dos Vingadores é considerado um marco na história da Marvel, catapultando seu universo de personagem e, principalmente, a popularidade do grupo de super-heróis. De certa forma, foi a gênese para que a editora arquitetasse o caminho para os atuais sucessos cinematográficos.

Nenhum comentário: