sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 581

 - Captain America & The Falcon 5 (Setembro de 2004)
* "Jimmy's Way", história escrita por Christopher Priest, desenhada por Joe Bennett e artefinalizada por Jack Jadson

Publicada no Brasil, pela Editora Panini, na revista Os Poderosos Vingadores n° 21 ("Estilo Jimmy")

Capitão América e Falcão fazem uma patrulha noturna pelo Brooklyn, quando o Falcão (auxiliado por seu mascote, o Asa Vermelha) percebe que estão sendo observados. O herói consegue surpreender o espião e pergunta pra quem ele trabalha. Através do comunicador, o Capitão informa que já estiveram em seu apartamento (que está revirado). Falcão já acha que é algo maior. Nesses tempos, é difícil saber quem são os mocinhos e quem são os bandidos. De traficantes, passando por terroristas e até mesmo agentes do governo... todos podem estar interessados na dupla. E até mesmo podem estar trabalhando em conjunto.

Os dois, na verdade, estavam seguindo para uma reunião com Nick Fury. O Capitão bate em retirada, deixando alguns criminosos que o estavam vigiando pra trás. Para sua surpresa, Wanda, a vingadora Feiticeira Escarlate, aparece em um carro para resgatá-lo. Ele imagina que ela entrou na linha aberta do Falcão. Aliás, seu parceiro o segue e percebe que o Capitão está um tanto... aéreo.

Capitão e Falcão vão até o apartamento de Luke Cage que, estando cochilando, se assusta com a presença dos dois e parte pra cima deles. Com sua pele impenetrável, a força de Luke faz os dois atravessarem a parede. O Capitão esclarece que terão um encontro com autoridades de segurança nacional e eles vão exigir que ele entregue um agente renegado que prendeu. Como irá se recusar, Sam (o Falcão) poderá ser preso. Antes que isso aconteça, eles precisam ter certeza que o prisioneiro estará bem. Estranhamente eles procuram Cage atrás da substância acetovaxidol (ou avx) que está no sangue dele. Com a substância, poderão criar adesivos narcóticos que conterão a força do prisioneiro. Apesar de sua pele resistente, o sangue poderá ser coletado através de uma agulha de vibranium.

Wanda acha estranho o Falcão andar armado, mas ele explica que traficantes de Bogotá estão atrás dele. Porém, mais estranho ainda é a Feiticeira Escarlate dirigindo um táxi. Ela por sua vez, explica que conseguiu provas da arma biológica que eles tentavam conseguir em Cuba. De repente, o Capitão pede para parar o táxi. O herói está indignado por Wanda violar a segurança nacional com sua atitude. Mas já é tarde demais. Ela se despede da dupla e o clima parece não estar muito amistoso.

Capitão e Falcão seguem para o consulado de Wakanda. Omoro, o cônsul do país africano, despreza tudo que se relaciona aos americanos. Mas respeita a visita em nome de seu governante, o Pantera Negra, também integrante dos Vingadores. Eles foram levar a amostra de sangue de Cage para Dr Henry Pym e o Dr Tambak. A revolta do prisioneiro, uma espécie de supermariner descontrolado, faz o Capitão se lembrar de Bucky e de como as coisas mudaram... como as regras da guerra agora são diferentes.

A dupla de heróis vai até a reunião, que está acontecendo em uma sala do jornal Clarim Diário, com a presença de Nick Fury. Um dos almirantes exige que entreguem o prisioneiro. Mesmo com Fury tentando negociar, o Capitão sabe que irão matá-lo. Como prender o Capitão América diante da imprensa será péssimo para o governo, o almirante decide dar ordem de prisão ao Falcão, lembrando que ele já foi o criminoso conhecido como Snap Wilson. Como até mesmo Fury terá dificuldades burocráticas para impedir isso, o Falcão saca sua arma... e mata o almirante diante de todos.

Continua...
A+:

* A revista Captain America and the Falcon foi criada para suprir histórias mais coloridas e no estilo do super-herói que o personagem tanto carecia na época. Desde a incursão de sua revista no selo Marvel Knights, as histórias do herói assumiram um clima mais político, realista e até sombrias. O estranho é que essa era a ideia para alavancar suas vendas... algo que não durou por muito tempo. A Panini Brasil publicou as histórias do personagem pelo selo Marvel Knights apenas até o número 20, uma vez que as histórias posteriores já não tinham o apelo necessário que o sucesso inicial alcançou. Apesar disso, a história ainda mantém fortes laços críticos à política contemporânea, dando a entender que a prisão injusta do supermariner é algo como o escândalo envolvendo a prisão de Guantánamo.

* Esse arco faz parte de um plano muito maior chamado Vingadores - A Queda, onde os personagens relacionados aos supergrupo se encontram em crises inacreditáveis e um tanto misteriosas. A presença de Wanda é o gancho que une a história a toda a saga.

* O escritor americano Jim Owsley mudou legalmente seu nome para Christopher Priest, com o qual assina essa história. Curiosamente, a palavra "priest" significa padre ou sacerdote e o escritor, de fato, é um ministro da Igreja Batista. Priest também está ligado a histórias com personagens negros (como o Falcão e Pantera Negra) e foi um dos fundadores do selo Milestone, pela editora DC Comics, que apresentava personagens formados por minorias étnicas.

* O desenhista brasileiro Joe Bennett (também conhecido como Bené Nascimento), nasceu no Pará e fez sucesso no mercado americano de quadrinhos. Posteriormente, assinaria um contrato de exclusividade com a editora DC Comics.

ÂmagoNews:


Âmago EXTRA:

* Amanhã, 08.02.2014, teremos DUAS postagens referentes ao Diário de Steve Rogers. A primeira às 18:00 e a segunda às 21:00. Ligue-se.

Nenhum comentário: