quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 544

 - Captain America n° 21 (Setembro de 1999)
* "Soundquake", escrita por Mark Waid, desenhada por Andy Kubert, artefinalizada por Jesse Delperdang

Publicada no Brasil, pela Editora Abril, na revista Grandes Heróis Marvel n° 11 ("Onda Sônica")

Panes em equipamentos tecnológicos continuam acontecendo misteriosamente. Capitão América tem que evacuar um amistoso de beisebol, pois o próprio jato dos Vingadores, pilotado por Hank Pym, desabou depois que um dos reatores explodiu.

Na Mansão dos Vingadores, as coisas não parecem estar melhores. O estoque de vibranium que o Gavião Arqueiro utiliza em algumas de suas flechas simplesmente começa a explodir. Uma das caixas chega a atordoar o mordomo Jarvis e o Capitão é obrigado a usar seu escudo energético para acelerar a destruição (uma vez que percebe que não é possível impedi-la).

Tony Stark explica que o estranho fenômeno tem a ver com o escudo destruído do Capitão América. Quando os heróis foram sequestrados pelo Beyonder para lutar em outro planeta, no evento Guerras Secretas, o escudo havia sido destruído. Com a energia do onipotente Beyonder, o Capitão foi capaz de reconstituí-lo utilizando apenas sua força de vontade. O problema é que essa "reconstituição" tinha uma falha microscópica na liga de vibranium do escudo. Com isso, foi criada uma espécie de "câncer de vibranium" no metal, que iria se deteriorando cada vez que o herói usasse a arma. Pior que isso, a natureza vibratória da liga espalhava cada vez mais a cada uma de suas deteriorações, afetando também qualquer material de vibranium e assim por diante, em uma reação em cadeia. Os reatores da SHIELD, as armadura dos mandróides, o reator do jato dos vingadores, as flechas do Gavião... todo esse material foi contaminado por essa reação... que continua a se expandir. A onda de choque poderá chegar até a montanha de vibranium em Wakanda, terra do Pantera Negra e maior depósito do metal, fazendo com que todo aquele país vá pelos ares. Stark pode até construir algo que anule a vibração, porém, para tanto... terá que destruir o que resta do escudo original do Capitão América.

Continua...
A+: 

* O amistoso de beisebol que acontece no Central Park, onde o jato dos Vingadores cai, é uma disputa entre os funcionários da Marvel e da DC. Na verdade (e no mundo real), eram muito comum as duas editoras (principais concorrentes no mercado) verem seus funcionários trocando de empresa, sendo até mesmo uma espécie de disputa em seu quadro. Esses encontros entre as duas empresas era uma espécie de divertida trégua para comemorarem entre colegas de um mesmo ramo. Na história são vistas as versões em quadrinhos de Tom Brevoort, Kurt Busiek, Peter David, Adam Kubert, Andy Kubert, George Pérez, John Romita Jr e Mark Waid (entre outros).

* Um dos vilões que será o pivô dessa saga envolvendo vibranium é o Garra Sônica, que é capaz de sentir a reação em cadeia no metal e a irá utilizar para se tornar mais poderoso. Na história, Garra Sônica é mostrado encarcerado no Forte Avison. O nome desse forte é uma homenagem a um dos desenhistas do Capitão América nos anos 40: Al Avison.

Nenhum comentário: