sexta-feira, 15 de novembro de 2013

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 513

 - Captain America 6 (Abril de 1997)
* "Soldier", escrita por Rob Liefeld e Jeph Loeb, desenhada por Rob Liefeld, artefinalizada por Jon Sibal e Lary Stucker

Publicada no Brasil, pela Editora Abril, na revista Capitão América n° 6 ("Soldados")

O Capitão América se encontra com um homem fortemente armado que se chama Cable. O estranho é que Cable achava que o herói havia morrido, mas o Capitão nem mesmo o conhece, e sequer sabe do que ele está falando. Porém, ambos se vêem como aliados quando tem que enfrentar a organização IMA, liderados por Modok e o Barão Zemo, que acabam de invadir o porta-aviões aéreo da SHIELD. 

Cable, sozinho, consegue dominar o monstro conhecido como Modok, enquanto o Capitão dá conta dos asseclas da IMA para, logo em seguida, ir atrás do Barão Zemo. Não se sabe ao certo se o vilão está aliado apenas à IMA ou se também têm ligações com o Partido Mundial (organização nazista liderada pelo Caveira Vermelha), mas o herói apenas sabe que tem que detê-lo. De qualquer forma, através de Zemo, o Capitão América manda o recado de que ainda irá capturar o Caveira Vermelha.

Após a batalha, o Capitão América reconhece o valor de Cable e diz que vai apresentá-lo aos Vingadores. Porém, na mesma forma repentina que surgiu, Cable desaparece sem deixar vestígios.
A+:

* Liefeld aproveita a deixa para utilizar o personagem que criou antes de ajudar a formar a editora Image, quando desenhava a revista dos Novos Mutantes para a Marvel. E de uma forma tão repentina quanto à aparição do personagem no que parece ser um universo paralelo ao seu. Cable só sabe que o Capitão América que conhecia morreu enfrentando o monstro conhecido como Massacre.

* Essa edição também traz a conclusão da mini-saga Revolução Industrial. Seria dizer muito que ela se desenvolve em uma história secundária, já que a conclusão se dá apenas em... duas páginas! Nelas, entende-se apenas que os Vingadores agora serão um grupo mais independente das ordens do governo.

3 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns por este trabalho hercúleo, Dark.

Tabit disse...

Parabéns por este trabalho hercúleo, Dark.

Marcos Dark disse...

Eu que agradeço pela audiência, Tabit!