sábado, 14 de setembro de 2013

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 486

 - Captain America 441 (Julho de 1995)
* "Through the Perilous Fight" - Escrita por Mark Gruenwald, desenhada por Dave Hoover, artefinalizada por Danny Bulanadi, Dave Hoover, Rick Hoover e Don Hudson

Publicada no Brasil, pela Editora Abril, na revista Marvel 97 n° 7 ("Em Meio Ao Combate")

Quando a IMA tentou criar um novo cubo cósmico, a energia utilizada tornou sua ilha um local onde os desejos dos presentes podem se tornar reais (algo que o próprio cubo era capaz de fazer). Acontece que essa energia, não sendo direcionada, acaba "sugando" desejos até mesmo do inconsciente. No caso do Capitão América, ele inadvertidamente "dá vida" a seu antigo parceiro da Segunda Guerra, Bucky. Porém, a dupla enfrenta um inimigo que parece ter voltado dos mortos: Modok, um dos principais agentes da IMA.

Quando Modok ataca o Capitão com uma rajada mental, Bucky se interpõe e é feito um rombo em seu peito. Mesmo assim, o jovem não cai, demonstrando ao Capitão que aquele não é seu parceiro de verdade. Bucky não só continua se movendo como também sobe em Modok e é pego por uma espécie de braço feito de energia criado pelo vilão. Modok termina a batalha empurrando o Capitão para um penhasco e jogando Bucky em seguida. Falcão surge e consegue salvar o Capitão América da queda mas... Bucky desaparece. O Falcão nota que o herói está agindo normalmente, fora da armadura. Capitão explica que isso provavelmente se deve a solução injetada pela vilã Superia, que parece ter descoberto a cura para seu mal.

Na base da IMA, Jack Flag e Redentora são levados por dois robôs adaptóides. As criaturas duplicam suas capacidades para substituí-los. Alessandro Brannex, atual líder da IMA ordena que se livrem do casal, enquanto ele descobre mais invasores na ilha, uma vez que o monitor mostra as vilãs Supéria e Boca-de-Dragão. Modok entra no fluxo de energia do novo cubo, que ameaça entrar em colapso e lançar energia caótica por todo o planeta.

Em outra parte da ilha, Viúva Negra e Hércules encontram o Guardião Vermelho o ex-marido da Viúva, já falecido. Ela percebe que ele nada mais é do que uma manifestação de sua mente, criada com a energia do cubo em volta da ilha. Ela consegue dispensar a manifestação, mas algo estranho acontece. Quando uma explosão vai vitimá-la, a manifestação do Guardião a salva. Ela constata que não passa de um construto, mas fica intrigada com a decisão dele de protegê-la.

O Caveira Vermelha chega até a base da IMA e ataca Alessandro Brannex. Este, resistindo aos ataques do vilão, revela ser... o Superadaptóide.

Ao invadir a base da IMA, a solução de Superia vai perdendo o efeito e o Capitão América começa a agonizar devido a degeneração muscular. Falcão é atacado por adaptóides e Redentora tenta proteger o Capitão. Superia (que traz mais da solução, mas prefere negociar) e Boca de Leão chegam ao local onde o herói está paralisado, sendo que essa última dá muito trabalho ao lutar com Redentora. Steve nota algo muito familiar em Boca de Leão. Para seu espanto, percebe que a vilã (até então morta por Rachel)... é a própria Rachel!

A ilha se encontra agonizando com várias explosões. Uma delas atinge o Capitão América e seu último desejo é que estivesse com sua armadura. Milagrosamente, ou devido à energia do cubo cósmico, o herói aparece com a armadura e voa para o fluxo de energia do cubo, onde Modok parece estar desacordado.

Continua...

Nenhum comentário: