sexta-feira, 6 de setembro de 2013

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 478

 - Captain America 437 (Março de 1995)
* "If I Should Die Before I Wake" - Escrita por Mark Gruenwald, desenhada por Dave Hoover e artefinalizada por Danny Bulanadi

Publicada no Brasil, pela Editora Abril, na revista Capitão América 214 ("Agora E Na Hora de Nossa Morte")

Capitão América está se movendo. Ele é jovem... e o soro do supersoldado o evoluiu fisicamente... há poucos meses. Ele e Bucky Barnes estão enfrentando o Caveira Vermelha... pela primeira vez... e, de alguma forma... tudo está bem em seu mundo. O excesso de confiança faz com que se descuide e o vilão o atinge. Para sua sorte, Bucky consegue atingir o Caveira. Com um novo soco, o Capitão América consegue derrubar o Caveira, destruindo sua máscara. Porém, quando Bucky vê quem está por trás dela... ele é pulverizado pelo vilão!

O cenário muda. E o Caveira Vermelha o está atacando novamente. Ele se lembra... foi quando ele se apossou do Cubo Cósmico. Como da outra vez, o herói finge se render... e consegue segurar o antebraço do vilão para que ele não feche a mão sobre o Cubo, reduzindo seu poder. Ele se lembra do que aconteceu a seguir... Ele arrancou o Cubo de sua mão com seu escudo. Mas agora... o escudo escorrega de sua mão. Em vez de o Caveira saltar pro abismo atrás do Cubo, os dois caem. O vilão continua com o Cubo e reduz o Capitão ao tamanho de um inseto... prendendo-o dentro dele.

Agora, o Capitão não está mais dentro do Cubo... mas continua enfrentando o Caveira. Voltou pra batalha em sua fortaleza... quando ele provocou o superenvelhecimento no herói. Ele o fez pensar que tinha matado todos os seus amigos... e o herói nunca lutou com tanta intensidade. De certa forma, esta  foi a última batalha com seu pior inimigo. Nesse dia, o Caveira de seu passado morreu. Mas sua consciência foi transferida pra outro corpo... clonado do próprio Capitão América. Dessa vez, tudo termina como terminou originalmente. O Caveira morre, exatamente como ele se lembra. Sua primeira batalha contra o poderoso Caveira... e sua última contra um Caveira velho e decrépito.

Após vivenciar suas principais batalhas com o Caveira, novamente a aparição da Estátua da Liberdade aparece para o herói. Ela continua reclamando sua vida, argumentando que, após a morte de seu pior inimigo, sua missão na vida finalmente foi cumprida. Mas o Capitão, novamente, nega a se entregar. Porém, quando o herói se sente paralisado... o Homem de Ferro aparece e o tira daquele lugar.

O Capitão abre os olhos... e vê Tony Stark e Hank Pym. Ele está em um laboratório de Stark, que utilizou um capacete especial onde pôde localizar a mente do Capitão América. O herói não consegue se mover. Apesar de sua mente voltar, 95% de seu corpo está paralisado. Ele nunca mais irá se mover. É o fim do Capitão América.
A+:

Com esse dramático final, a Editora Abril descontinuava a revista mensal do Capitão América, primeira publicação a lançar os heróis Marvel dentro da Editora.

Nenhum comentário: