segunda-feira, 15 de julho de 2013

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 425

 - Captain America Annual 10 (1991)
Publicada no Brasil, pela Editora Abril, na revista Capitão América Anual n° 1 ("Chamado do Dever")

História: 

* "The Von Strucker Gambit (Part 3)" - Escrita por D.G. Chichester, desenhada por Mike Manley

De plantão na Mansão dos Vingadores, Capitão América atende um chamado da polícia para os Vingadores com suspeitas de atividade super-humana. Chegando ao local, um necrotério, o herói encontra uma mulher massacrando um dos seguranças. Ele consegue detê-la, mas ela parece ter alcançado o que queria... um molho de chaves... e foge por um dos corredores. O segurança, ferido, acaba atrasando o Capitão América, que cuida dele improvisando ataduras para seus ferimentos. Logo em seguida ele chega até uma sala onde estão as gavetas com os corpos. Aparentemente, a mulher encontrou o que foi buscar... partes de corpos. O herói é surpreendido com a chegada de Nick Fury.

Fury informa que a mulher chama-se Romulus e trata-se de um ataque da Hidra e que 1500 agentes já foram mortos. Capitão América nota algo diferente no agente. Ele está mais tenso do que de costume. Raspando seu escudo, o herói consegue resíduos de tecidos da vilã. Ele ainda sugere procurar o laboratório genético Dupla Hélice.

Fury e o Capitão chegam até o Dr Fishman e lhe entrega o resíduo. Para a surpresa do Capitão América, descobrem que Romulus tem um corpo com melhoramentos genéticos. Uma tentativa da Hidra de fabricar... supersoldados. Romulus tem interesse nos laboratórios Dupla Hélice devido ao trabalho de correções de anormalidades genéticas praticados ali. Ela quer ser um humano normal. As partes de cadáveres que ela roubou no necrotério eram parte desse experimento.

De repente, o Capitão nota o brilho de uma arma do lado de fora. O herói salta e tira o cientista e Fury do caminho. Porém, o alvo (que também não foi atingido) era outro: Romulus, que irrompe pela janela. Enquanto o atirador continua disparando, Fury tenta socorrer Romulus, imaginando que ela esteja ferida. Não está e ataca o agente. Ela diz que só quer ser humana novamente. Com o consentimento do Capitão, o Dr Fishman aplica a fórmula em Romulus. 

O herói percebe um padrão no que Fury lhe disse sobre esses ataques até agora. A Hidra tem enviado sempre um caçador para sua caça. O Capitão salta pela janela e encontra o atirador. Na verdade uma atiradora. Mulher bem treinada e perigosa, que chega a feri-lo no rosto com uma navalha. Em meio à batalha da atiradora (chamada de Dakini), que se desenrola por um cabo ligando dois edifícios, Romulus o corta e a dupla atinge a parede de um dos prédios. Chegam ao solo, quando Dakini é ferida mortalmente por Romulus. O Capitão América percebe que ela se assemelha a um animal assustado, que quer apenas sair da condição de selvagem. Por isso, a deixa partir. Nick Fury não fica nada satisfeito com a decisão e ameaça atirar em Romulus. Capitão América o detém e diz que o agente tornou essa caça a Hidra uma guerra particular.

O que o Capitão não sabe é que Romulus retorna para a base da Hidra e reporta sua missão ao Barão Strucker. Toda essa perseguição foi orquestrada pela organização para observarem o modo de agir do Demolidor, do Justiceiro e do próprio Capitão América, assimilando suas técnicas para aperfeiçoamento de seus próprios agentes.

Nenhum comentário: