terça-feira, 18 de junho de 2013

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 398

 - Captain America 384 (Abril de 1991)
Publicada no Brasil na revista Capitão América 186 ("No Covil do Homem de Gelo")

História: 

* "Lair Of The Ice Worm" - Escrita por Mark Gruenwald, desenhada por Ron Lim, artefinalizado por Danny Bulanadi

Seguindo uma regra que ele mesmo criou para os demais membros dos Vingadores, Capitão América se submete a exames médicos observados pelo Doutor Keith Kincaid. No caso do herói, sua curiosidade está relacionada em solucionar o atual mistério de sua vida... como ele continua o mesmo apesar de ter eliminado o soro de seu sangue do super-soldado meses atrás.

Apesar dos exercícios físicos, o herói parece não se cansar. Mesmo depois da transfusão que lhe retirou o soro, ele ainda mantém a coordenação, tempo de reação e agilidade anteriores. O Dr Kincaid acredita que o próprio corpo do Capitão tenha regenerado as moléculas do soro em sua corrente sanguínea. O soro do supersoldado, juntamente com a radiação vita, acarretou uma transformação em quase todas as células de seu corpo. Provavelmente, o soro funcionou como um vírus que se reproduz. Apesar de a transfusão ter eliminado boa parte dele, enquanto houver moléculas em seu organismo, elas rapidamente se multiplicam. Em outras palavras, uma vez supersoldado, sempre supersoldado. Com isso, o Capitão fica mais seguro em afirmar que é o homem quem fez o Capitão América, não a droga.

O Dr Kincaid ainda pergunta ao Capitão sobre sua reação ao frio, já que ficou congelado por décadas. Mas o herói prova que essa experiência não foi exatamente traumática, uma vez que mergulhou nas águas do Ártico a procura do corpo de seu amigo, Demo, que sumiu em uma explosão durante uma missão.

Coincidentemente, Peggy Carter entra na sala e traz um jornal noticioso... onde é mostrado que esquimós idolatram um suposto homem congelado. Apesar de ser um jornal famoso por forjar reportagens... existe a possibilidade de que seja... Demo! O Capitão chama John Jameson para que prepare a nau capitânia, pois irão partir para o Ártico.

Mais tarde, no Pólo Norte, da dupla encontra a antiga base do ultimato. Capitão América vai ao encontro de esquimós e interroga um deles (o único que fala inglês) sobre um homem preso no gelo. Vários minutos depois, o vingador convence os esquimós a levá-lo ao ídolo de gelo. De fato, há mesmo um enorme bloco de gelo onde se pode notar a silhueta de um homem dentro dele. Quando o Capitão América tenta quebrar o bloco, o esquimó intervém, alertando que o Congelado (como é chamado o homem dentro do bloco de gelo) deve permanecer onde está para aplacar a ira do demônio.

De repente, as rachaduras no bloco começam a aumentar e o chão começa a se erguer. Estilhaços de gelo voam pelo ar e, do chão, surge um enorme criatura parecida com um verme de gelo. O Capitão se agarra ao pescoço da criatura, enquanto informa a John para que convoque Thor urgente. O herói é lançado para próximo do bloco onde há um homem dentro e quase é abocanhado pela criatura. Para tomar fôlego, o monstro inala ar e a sucção é forte demais para o Capitão resistir, tragando-o inteiro. Capitão América escorrega pela goela da criatura até atingir alguma coisa líquida, um fluído digestivo... supergelado. Descendo cada vez mais, sente sua pele formigar, talvez pelo frio ou talvez pelo fluído tentando dissolvê-lo.

Continuando sua descida pelo ventre da criatura, o Capitão América atinge alguma coisa. Uma figura humana rígida, parecendo solidificada. Ele acredita que seja Demo, engolido quando a criatura abocanhou o bloco. Os pulmões do herói estão prestes a explodir por ele segurar a respiração por tanto tempo. Então... ele perde a consciência.

Trevas... Frio... Silêncio... Mas o herói sabe que ainda está vivo. A sua frente, um homem feito totalmente de gelo. O Capitão se surpreende ao reconhecê-lo. Trata-se de Jack Frost, herói da segunda guerra, com poderes congelantes, que foi integrante da Legião da Liberdade. O calor do corpo do Capitão o tirou da animação suspensa dentro da barriga do monstro. Depois, com o escudo do Capitão, Frost abriu caminho pelo ventre da criatura.

Jack Frost conta que, depois da guerra, ele veio até o norte, esperando descobrir suas origens... mas, em vez disso, encontrou o verme de gelo. O monstro o atacou e ele agarrou sua cauda. Pra tragá-lo, a criatura teve que engolir a si mesma. Um vez dentro, Frost usou seu domínio sobre o gelo pra parar o coração do monstro, mas o preço foi sua própria imobilização e ele ficou desacordado por cinquenta anos.

O verme de gelo parece ter mergulhado novamente pra baixo da camada de gelo, talvez para cuidar de algum ferimento. Isso deu tempo para que Frost erguesse um abrigo e ainda absorvesse o frio que havia travado o organismo do Capitão. A calmaria dura pouco, pois o verme parece retornar. Um esquimó parece querer se sacrificar para aplacar a ferocidade do verme. Enquanto o Capitão América afasta o esquimó, Jack Frost mantém o monstro ocupado. Quando o monstro está prestes a atacar o Capitão... ele se vira de repente. Jack Frost está na cauda da criatura... e o Capitão sabe o que ele está tentando fazer. O monstro engole Jack de novo. Começa a se debater com menos intensidade, pois Jack deve estar paralisando seu coração. O monstro, com Jack dentro dele, afunda nas águas geladas.

Algum tempo depois, Thor chega... mas já não há muito que fazer. O deus do trovão mergulha abaixo da camada de gelo, mas não encontra o verme. Sobre Jack Frost, Thor diz conhecer uma lenda asgardiana sobre um gigante do gelo exilado na Terra por ser muito pequeno (em relação aos outros gigantes). Essa é a origem da qual Jack desconhecia. E o verme soa como um híbrido de gigante de gelo e serpente de Midgard.

"Bem, eu não encontrei o que vim procurar... em vez disso, achei a maior minhoca do mundo... e o menor de todos os gigantes... e tive evidência experimental de que, enchendo meus pulmões de água gelada, eu posso hibernar. Adeus, Jack. Seu heroísmo não vai ser esquecido. Ah, e, se você encontrar meu amigo Demo... mande lembranças minhas."

O Capitão parte, não percebendo que a figura do homem dentro do bloco de gelo (que se perdeu durante a batalha), agora está mais nítida... a ponto de se identificar uma enorme letra "D" em seu peito.
A+:

* O personagem Jack Frost foi criado na revista EUA Comics, em agosto de 1941, na editora Timely Comics, que se chamaria Marvel décadas depois. Foi uma das primeira criações do então jovem Stan Lee, inspirado no folclore europeu, onde um ser mitológico de mesmo nome era uma figura que representava o inverno e as geadas. 

MITOLOGIA:

* Steve Rogers tirou as amídalas com sete anos de idade. Também já teve catapora, sarampo e rubéola.

2 comentários:

Anônimo disse...

Olá!!!

"Mas o herói prova que essa experiência não foi exatamente traumática, uma vez que mergulhou nas águas do Ártico a procura do corpo de seu amigo, Demo, que sumiu em uma explosão durante uma missão." OMG, a gente chegou a comentar sobre isso!!!!!

"O Capitão parte, não percebendo que a figura do homem dentro do bloco de gelo (que se perdeu durante a batalha), agora está mais nítida... a ponto de se identificar uma enorme letra "D" em seu peito." QUANDO o Cap volta lá e resgata o Dennis? Ele estava tãoooooooo perto!!!! #Demolives

(Jack Frost??!!! Aff, agora quero crossover entre Vingadores e A Origem dos Guardiões!!!! Tem q existir em algum lugar do AO3!!!!)

Não é justo eles resgatarem o JF lá da Timely e nada da Miss América reaparecer ÒÓ

Beijos
Jovie

Marcos Dark disse...

É o #Demolives dando resultado, minha querida!

Quem sabe um #MissAmericaLives também não surta efeito?