sábado, 15 de junho de 2013

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 394


 - Thor Annual 15 (1990)
Publicada no Brasil na revista Superalmanaque Marvel 10 ("... Terminus Logo Há De Surgir")

História: 

* "Can Terminus Be Far Behind?" - Escrita por Roy Thomas e Dann Thomas, desenhada por Herb Trimpe, artefinalizado por Mark McKenna

Para deter a infestação Termini, Homem de Ferro contata os pesos pesados dos Vingadores: Thor e Hércules. Enquanto o deus do trovão segue para o espaço para investigar o gigantesco corpo do vilão Terminus, Hércules fica em São Francisco para tentar deter os animais infectados pelo invasor que estão atacando uma usina nuclear. Os termini começam novamente a evoluir para uma forma humanoide, porém maior. Ocupando corpos que são do formato dos animais que infestaram, as criaturas metálicas na verdade estão se fundindo para algo mais perigoso.

No espaço, Thor enfrenta Terminus, mas percebe que o vilão não pode se mover sem sua lança. Através de um contato mental, Terminus conta que sua raça já foi tão maléfica a ponto de ser dizimada pelas entidades conhecidas como Os Celestiais. Sabendo que estavam diante do extermínio, sua raça criou, como vingança, o vírus Termini, formado por criaturas que não eram formas de vida baseadas em carbono. A ideia é que esse vírus se transforme em uma gigantesca criatura, quando lançados em planetas onde os Celestiais julgaram merecedores de continuar vivendo. Quando atacou a Terra, Terminus teve contato com a raça dos deviantes, que odiavam os Celestiais tanto quanto ele e que o auxiliou a criar uma nova leva de vírus Termini.

Terminus consegue ludibriar Thor e reconstituir sua lança, seguindo em direção à Terra. Quando chega a Terra, a criatura gerada pelo vírus já se tornou um monstro gigantesco.

Continua...

6 comentários:

Anônimo disse...

OLÁ!!

THOR <3 <3 <3

Os Deviantes são interessantíssimos!!! Mas eles já não deveriam estar extintos? Tipo, eles são aqueles galhos da evolução que eventualmente desaparecem/morrem.

E os Celestiais, são Deuses? Digo, os *verdadeiros* deuses nesse universo?

Beijos
Jovie

Marcos Dark disse...

Tanto os deviantes quanto os Celestiais são parte da mitologia Marvel criada por Jack Kirby.

Os Celestiais são seres antiquíssimos que viajam pelo universo observando a evolução da vida em vários planetas. Em muitos casos, são responsáveis pela evolução das espécies e retornam eras depois para julgar se esse "experimento" foi positivo. Caso contrário, os Celestiais julgam que a espécie pode ser uma ameaça... e extinguem toda a vida naquele planeta.

No Planeta Terra, os Celestiais foram responsáveis pela evolução da espécie, que ficou subdividida em três raças: os Deviantes, seres que preferiam se esconder nos subterrâneos e eram mais belicosos; os Eternos, seres com capacidades fantásticas e que originaram a maior parte dos deuses da mitologia de várias nações; e a própria raça humana.

Anônimo disse...

@jovie tem razão, quando uma pessoa nasce com muito problema genético dificilmente sobrevive ou leva uma vida cheia de limitação como os deviantes.


Lucas

Anônimo disse...

Oiê!!

Pelo o que eu li e você está me falando nós somos o projeto de ciência deles, e mesmo o gene mutante é culpa deles; há uma citação sobre um tal de 'One Above All', (então eram os deuses astronautas? lol) quem seria ele? Ou não tem informação sobre ele?

Beijos
J.

Marcos Dark disse...

Jovie,

De fato, Os Eternos foi uma obra claramente inspirada em Eram Os Deuses Astronautas. Isso, inclusive, foi citado pelo próprio Jack Kirby. De certa forma, seria uma série independente, oriunda do livro. Porém, acabaram por se integrar ao Universo Marvel.

Outro exemplo dessa incursão de Kirby aconteceu com a série em quadrinhos baseada em 2001: Uma Odisséia No Espaço. Inicialmente indepente, acabou por popularizar um protagonista criado em suas páginas e que, mais tarde, também seria integrado ao Universo Marvel como o Homem-Máquina.

Marcos Dark disse...

Lucas,

No caso dos Deviantes, essa diferença genética tem um foco mais voltado para guerra de classes. Visualmente, as criaturas são deformadas, ao contrário dos Eternos, sempre belos e considerados deuses. Acontece que os Deviantes lutam para derrubar o reinato dos Eternos e, ao seu ver, são superiores a eles.