sábado, 8 de junho de 2013

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 387

 - Captain America 378 (Outubro de 1990)
Publicada no Brasil na revista Capitão América 178 ("Desavença - Parte 5")

História: 

* "Grand Stand Play" - Escrita por Mark Gruenwald, desenhada por Ron Lim, artefinalizado por Danny Bulanadi

O Capitão América sobrevoa a cidade tentando acabar com uma operação de tráfico de drogas. A verdade é que ele não sabe por onde começar. É então que vê algo incomum. As luzes do Estádio Yankee acesas... e são 2 da madrugada.

Ao pousar no Estádio, o Capitão percebe que ali estão o Caveira Vermelha e o Rei do Crime, seguidos por suas respectivas gangues. O primeiro a abordá-lo é Ossos Cruzados. Quando o herói vai usar seu escudo, o vilão o agarra e tenta arrancá-lo... junto com seu braço, que está preso na arma. Com uma rasteira, Capitão América derruba Ossos Cruzados e o faz soltar o escudo. O herói percebe que um dos braços de Ossos está enfaixado, recentemente ferido... e tenta explorar isso. Porém, considera outro detalhe. A máscara do vilão é presa por uma faixa em sua nuca. Logo, se puxar essas faixas, os orifícios para os olhos ficarão fora do lugar... dando a vantagem para que o golpeie no pescoço... desacordando-o. Com isso, o Capitão América não só consegue derrotar seu inimigo, mas também provar que pode ser um herói mesmo sem o soro do supersoldado em seu sangue. Valendo-se apenas dos punhos, coragem... e experiência.

Ao descer para o estádio, o Capitão encontra o Rei do Crime, que explica que o Caveira Vermelha o desafiou para um combate físico... ao qual o Rei venceu. A guerra de gangues, centrada nos grupos do Caveira e do Rei, terminou.

Quando volta para o QG dos Vingadores, Hank Pym dá uma ótima notícia para o Capitão América. Ele conseguiu filtrar a droga de seu sangue, onde também está o soro do supersoldado. Agora, com uma nova transfusão, poderá devolvê-lo ao herói. Mas, o Capitão decide que não quer fazer isso.

"Eu agradeço muito seu esforço, Henry, mas, esta noite, descobri que eu não preciso do soro pra ser o Capitão América. Eu não preciso do meu sangue velho. E também não quero. Se eu não puder dizer não às drogas, quem vai dizer?"

2 comentários:

Anônimo disse...

Já q o Steve não tem mais o soro do supersoldado no corpo, não era para ele ter perdido todos aqueles músculos? A aparência não mudou nada.

O Hank sabe o q ele tem em mãos né? O soro original q ninguém nunca conseguiu copiar com sucesso....o q ele vai fazer com isso???????

Beijos
Jovie

Marcos Dark disse...

Na verdade, os músculos se desenvolveram devido ao soro. Não é exatamente que eles mantinha sua forma física... Mas haveria sequelas ainda.

E bela observação sobre o Hank. De fato, ele tinha algo muito cobiçado em mãos... Veremos.