sexta-feira, 5 de abril de 2013

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 337


 - Captain America 334 (Outubro de 1987)
> Publicada no Brasil na revista Capitão América n° 151 ("Treinamento Básico")

História: 

* "Basic Training" - Escrita por Mark Gruenwald, desenhada por Tom Morgan e artefinalizada por Dave Hunt

John Walker assiste a vários vídeos com lutas do Capitão América, a fim de assimilar sua forma de combate e, seu principal problema  no momento, como lançar o famoso escudo. De fato, John se sente desajeitado com a arma. Mesmo treinando várias vezes, não consegue fazê-la ricochetear de forma que a recupere em batalha. E quando a usa como arma de ataque, o faz com demasiada truculência, algo que faria decepar o corpo de seus inimigos em uma situação real.

A vida de John Walker como o novo Capitão América não está fácil. Sua única novidade boa é que seu antigo amigo, Jerome, que agia como um dos Buckys do Superpatriota, agora se tornou verdadeiramente um Bucky, parceiro do Capitão América.

A dupla treina duro, inclusive contra militares usando armaduras de Guardiões (uma versão mais simples do que seria a armadura do Capitão América, na época). Mas John só consegue mesmo se especializar com o escudo com uma ajuda inusitada enviada pelo governo: o vilão Treinador, responsável por treinar vários criminosos, utilizando técnicas observadas dos heróis que enfrentava. Supervisionado pelos oficiais responsáveis por sua prisão, o Treinador consegue um pequeno avanço para John Walker ao utilizar sua arma.

Val Cooper se irrita com as constantes ligações do antigo empresário de John (quando ele atuava como Superpatriota) e alerta sobre o desleixo da informação de seu número de telefone por parte do próprio Capitão América. John e Jerome decidem se encontrar com o antigo empresário, mas este apenas quer chantageá-los, ameaçando revelar ao público que este Capitão América não é a mesma pessoa que conheciam.

Jerome até sugere que eles usem sua força para dar uma lição no empresário. Mas John prefere agir com cautela. Para isso, rouba duas armaduras de Guardiões e vão ao encontro do ex-empresário. Nesse encontro, há uma briga local e um civil (que ajudava seu empresário) acaba sendo atingido pelas rajadas da armadura de Guardião.

De volta à base, Val Cooper, enfurecida, pergunta a John sobre certo incidente em um bar local e se ele tinha relação com o roubo de duas armaduras Guardiões. John pensa, primeiramente, em inventar uma desculpa para despistá-la. Mas sabe que o verdadeiro Capitão América (papel que está assumindo agora) não agiria dessa forma. John decide contar a verdade.

2 comentários:

Anônimo disse...

Olá!!!

"...Mas sabe que o verdadeiro Capitão América (papel que está assumindo agora) não agiria dessa forma. John decide contar a verdade." Ohmeudeus, nunca pensei q o JW fosse capaz disso. Uau, ele vai acabar se tornando alguém melhor?

Beijos
Jovie

Marcos Dark disse...

Vamos dar uma chance para o psicót... digo... para o John.