sexta-feira, 29 de março de 2013

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 330


 - Marvel Fanfare 32 (Maio de 1987)
> Publicada no Brasil na revista Capitão América n° 115 ("Os Dias Finais")

História: 

* "Is This the Way the World Ends?" - Escrita por J.M. DeMatteis e Kerry Gammill, desenhada por Kerry Gammill e artefinalizada por Dennis Janke

Capitão América está dopado e preso em uma cela  no covil do vilão Garra Amarela. Uma das alucinações mostra um velho oriental se aproximando, muito parecido com o disfarce que o vilão usou para enganar o mundo, ao se disfarçar como o sábio Sri Ananda. No entanto, essa aproximação não só se torna mais nítida, como os efeitos da droga também parecem diminuir. De fato, há outro prisioneiro junto com o herói, que o ajuda a se recuperar e, inclusive, devolve seu escudo. Com a mente mais clara, o Capitão América consegue escapar da cela. Porém, ao olhar pra trás... percebe que não havia ninguém com ele. Conclui que a visão que teve era mais uma alucinação. Talvez sua mente lutando para vencer os efeitos da droga.

De manhã, uma multidão se reúne em Nova Iorque para ouvir as palavras de Sri Ananda. A ideia do Garra Amarela, que usa este disfarce, é captar a força de vontade de cada uma das pessoas presentes (uma vez que estão ali se concentrando para receber as boas influências do guru). Depois, irá usar essa força concentrada através de um dispositivo que usa em sua cabeça, direcionando para movimentar a Terra de forma a causar um grande terremoto e um maremoto, devastando a cidade e, assim, fazendo o mundo acreditar nos poderes premonitórios do guru.

Inesperadamente, o Capitão América aparece e retira a máscara de Sri Ananda, revelando sua verdadeira face. Mas a multidão já está hipnotizada pelo poder do dispositivo mental. Com a força mental concentrada, o Garra Amarela cria uma mão de energia, que começa a esmagar o Capitão América.

Mas uma surpreendente intromissão faz o vilão se distrair: o Homem-Sapo, seguido por sapos gigantes. O desajeitado "herói" havia sido preso em um local com os experimentos genéticos do Garra Amarela. Entre esses experimentos, haviam sapos em tamanho gigante... que acabaram por se afeiçoar com alguém parecido com eles. No entanto, o que realmente assustou o vilão foi algo que nem mesmo o Homem Sapo viu: os Novos Defensores, Homem Aranha e Tocha Humana, que seguiram ao local para derrotar o Garra.

Distraído, o Garra Amarela não percebe que o Capitão Amarela se recuperou, o que dá tempo ao herói para atirar seu escudo e destruir o dispositivo de controle mental. Cercado pelos heróis, (por sapos gigantes) e pela multidão enfurecida que saiu do transe, o Garra Amarela usa retrofoguetes para fugir. O pai do garoto que se veste como Homem Sapo chega ao local, não para dar-lhe um sermão, mas para dizer que está orgulhoso da ajuda (bizarra) que o filho deu. Azar dos presentes, que ouvem o "novo" Homem Sapo se vangloriar por ser o mais novo super herói de Nova Iorque.

De noite, na Mansão dos Vingadores, Steve Roger lê em um jornal que o verdadeiro Sri Ananda não é visto desde 1939. Mas se espanta quando vê uma foto do verdadeiro ancião: o mesmo que julgava ser uma alucinação e que o ajudou a sair da cela onde estava preso. Um ancião com um sorriso amigo, cujos olhos carismáticos parecem dizer... "Talvez ainda haja milagres no mundo... apesar de tudo".
A+:

* Na época da publicação desta história, a Editora Abril retocou a arte mudando o visual de dois personagens. O Homem-Aranha, que no original já usava o uniforme negro, mas na cronologia brasileira ainda não havia sido apresentado dessa forma, foi mostrado com seu uniforme tradicional. Já o Fera, que participava do grupo X-Factor e tinha um visual menos "animalesco", foi retocado de forma a parecer o fera "peludo" conhecido pelos leitores brasileiros da época.

* Na edição brasileira, as duas histórias que compõem essa saga tem o mesmo título. No original americano, as histórias têm nomes diferentes para cada uma das duas partes.

SALA DE PERIGO

Quer ter esta história em sua coleção? Visite a Sala de Perigo, a loja oficial do blog Âmago, e adquira agora o exemplar nacional onde ela foi publicada. Para ir ao anúncio desta revista, acesse o link abaixo:


Capitão América 115

4 comentários:

Anônimo disse...

Pena q essa estória não coincide com aquela do Thor de qdo ele era um sapo.

Mas eu adorei o final.

Beijos
J.

Marcos Dark disse...

Jovie e suas excelentes idéias. Se você começar a comentar no site da própria Marvel, alguns editores ficarão com insônia enquanto não te contratarem.

Anônimo disse...

Hahaha, obrigda DM <3

Então vou lá comentar e assim q me contratarem eu te levo junto como meu parceiro, você aceita?

Beijos
Jovie

Marcos Dark disse...

Opa! Tâmo junto!