quarta-feira, 27 de março de 2013

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 328


 - Captain America 327 (Março de 1987)
> Publicada no Brasil na revista Capitão América n° 147 ("Conflito de Símbolos")

História: 

* "Clashing Symbols" - Escrita por Mark Gruenwald, desenhada por Paul Neary e artefinalizada por John Beatty

Em suas viagens pelos Estados Unidos, Steve Rogers finalmente visita... Bernie, sua namorada que se afastou para estudar Direito em Wisconsin. Em um dos campus onde Bernie estuda, reservado a estrangeiros, alguém anda incendiando o gramado com mensagens extremistas. Um dos colegas de Bernie fala sobre esse incêndio e Rogers pede que ela o siga, pois está ali justamente para investigar este incidente.

Steve veste o uniforme de Capitão América, mas é recebido com hostilidade pelos residentes, que o acusam como autor dos incêndios. Escoltado pela polícia, o herói descobre que alguns homens vestindo máscaras parecidas com a sua é que atacaram o local. Ele reconhece a descrição como sendo os Buckys, os capangas do Superpatriota. Para piorar a situação, alguns residentes concordam com a intimidação contra estrangeiros e até mesmo apoiam o Capitão, também acreditando que ele é autor dos incêndios.

A discussão sobre o suposto fascismo do Capitão América é tema de acaloradas conversas na residência de Bernie. Steve explica sobre o Superpatriota para ela, que lhe mostra um anúncio, na revista Rolling Stone, onde o Superpatriota será convidado em um concerto de rock em Milwaukee. Steve reserva ingressos para esse concerto.

No concerto, Bernie e Steve ficam impressionados com o carisma e popularidade do Superpatriota entre os jovens. Seu discurso em prol da sociedade americana atrai multidões. Steve decide encontrar-se com o Superpatriota nos bastidores como Capitão América. Dirigindo-se a um estacionamento para ter privacidade na conversa, o Capitão alerta o Superpatriota pelos incêndios que vem acontecendo. Superpatriota, no entanto, o lembra de que não há nenhuma prova quanto a sua ligação com o incidente. O Capitão sabe que ele tem razão e apenas o avisa que está investigando. Antes de o Capitão ir embora, o Superpatriota decide atacá-lo. A batalha mostra que o Superpatriota tem uma força e resistência sobre-humanas. No entanto, sempre brincando com seu inimigo e o chamando e ultrapassado, o Superpatriota se interessa mais em exibir-se. No final na batalha, lança algumas estrelas de metal contra o herói. Uma delas se crava em seu peito, na cota de malha de seu uniforme. O Capitão se pergunta sobre estar esgotado para deixar se atingir dessa forma, enquanto o Superpatriota se despede e volta para o concerto.

Steve volta para Bernie. Ele está visivelmente abatido e até admite que o Superpatriota quase o derrotou por ter mais vigor que ele. Bernie poucas vezes o viu tão deprimido. Ele, inclusive, prefere nem mesmo conversar sobre o assunto.

O DIÁRIO DE MARCOS DARK:

> O primeiro Podcast a gente nunca esquece! E o podcast do site Marvel 616, sobre os 50 anos do Homem de Ferro tem um motivo a mais para que esse que vos escreve não esquecer. Afinal, tive a honra de participar desse incrível bate papo sobre o "latinha", em um clima descontraído e muito bacana. Visite e, principalmente, ouça o Inominata 616 (o podcast do Marvel 616). Muita informação sobre o Homem de Ferro de uma forma divertida de apresentação, com a participação de feras como Coveiro, Cammy, Mirrage e Carol. Para ouvir o programa acesse: Os 50 Anos do Homem de Ferro

6 comentários:

Anônimo disse...

Aleluia, hein! Finalmente ele foi ver a Bernie <3

"O Capitão se pergunta sobre estar esgotado para deixar se atingir dessa forma" Aff, o Steve não vai voltar a fazer drama né? (Foi só uma estrela, supera!)

"Ele, inclusive, prefere nem mesmo conversar sobre o assunto." Viu só o que acontece quando você isola o Steve! (Mas eu não vou reclamar. Não vou.)

Não concordo com o modo como o Nômade está agindo, mas seria bom se ele aparecesse para derrotar o Super Patriota, vez que o Steve não está fazendo N-A-D-A!!!!!!


OMG q legal, Marcos! Vou lá
*agora* ouvir.

Beijos
Jovie

Marcos Dark disse...

Na verdade, o Capitão não está fazendo nada porque, fato, o Superpatriota ainda não fez nada que deixasse pistas de sua picaretagem. E ele vai se infiltrar cada vez mais. Muito mais.

Anônimo disse...

Uma pessoa como o Super-Patriota tem antecedentes, é só procurar. E ele tem aquele bando q se veste de Bucky, num grupo assim sempre tem alguém q fala demais.....Steve só precisa agir!!!

Beijos
J.

Marcos Dark disse...

E quando a pessoa é louca de pedra e, realmente, não tem NENHUM antecedente? Concorda que o perigo é muito maior? Pois é...

Anônimo disse...

OK, nesse caso o Steve precisa observar e esperar.

...mas é tipo o Dexter né? Quem vê não pensa q ele é um psicopata (e no livro ele é pior).

J.

Marcos Dark disse...

Exato. No caso do Walker, ao invés de psicopata eu usaria psicótico.