sábado, 16 de março de 2013

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 319


 - Captain America 319 (Julho de 1986)
> Publicada no Brasil na revista Capitão América n° 126 ("Matança")

História: 

* "Overkill" - Escrita por Mark Gruenwald, desenhada por Paul Neary e artefinalizada por Dennis Janke

Capitão América continua sua cruzada pelos Estados Unidos e, em Cleveland, prende o Chicote Negro, inimigo do Homem de Ferro. O vilão anda cometendo pequenos assaltos para reunir dinheiro, com pretensão de deixar para sua mãe, uma vez que sabe que está condenado pelo psicopata que está matando os vilões. O Capitão pede ajuda a seus jovens hackers para localizar quem está executando criminosos. No início, acha até que se trata do Justiceiro, mas utilizar uma máscara de borracha não é o estilo dele.

No esconderijo da Irmandade da Serpente, Coral traz o corpo de Víbora Assassina. O grupo agora tem como meta caçar o assassino de vilões. Os Serpentes percorrem vários redutos 

No bar sem nome, reduto onde supervilões se reúnem, Inferno organiza uma reunião para que possam resolver o problema. O barman, aparentemente dono do local, acha boa a atitude de Inferno... mesmo porque se trata da segurança de seus clientes.

Em Indiana, Capitão visita um manicômio onde está internado o vilão Matador, que agia de forma semelhante ao psicopata. Mas, pela condição mental deplorável do vilão, sabe que não se trata dele. No local, o herói percebe que está sendo seguido... e pede para seu perseguidor aparecer. É então que Cascavel, da Irmandade da Serpente, revela que também está atrás do matador de vilões e sugere uma trégua com o herói.

Cascavel tenta provar que ela não é má pessoa. Aliás, faz o possível para seduzir o Capitão América, por quem está encantada desde que viu pela primeira vez. A vilã conta que foi a única mulher numa família de meninos. Era pequena quando seu pai faleceu. Sua mãe começou a trabalhar e ela ficou na companhia de seu irmão Ricky, que já era ladrão. Depois de alguns anos, Ricky foi morto roubando uma quitanda... e ela perdeu todo o respeito pela lei. Seu outro irmão, Danny, apresentou-a para um homem chamado Pete, que fez seus primeiros diamantes (armas características, em forma de diamante e cortantes, que a vilã atira em suas vítimas).

Após contar sua história, Cascavel tenta flertar desesperadamente com o Capitão. Desliga a nave onde estão e joga a chave dentro de seu uniforme, desafiando-o a tirar dela. Mas o herói percebe que ela está blefando e, como a nave é uma versão das naves da IMA, a qual conhece, retira um paraquedas de um dos compartimentos e ameaça saltar. 

Cascavel pede desculpas e pousa a nave em um milharal. Capitão América, no entanto, prefere seguir sozinho. Cascavel tenta alcançá-lo... mas um tiro repentino a atinge. Ouvindo o tiro, e concluindo se tratar do matador, Capitão adentra o milharal e encontra o homem armado. Porém, percebe que seu rosto não é uma máscara de borracha. Trata-se apenas de um fazendeiro que tentava defender suas terras de invasores. Por sorte (mas fazendo um pouco de charme), o tiro pegou de raspão no ombro de Cascavel e ela é levada ao hospital pelo Capitão.

No Bar Sem Nome, nem todos os vilões convocados compareceram. Mesmo assim há vinte deles no local. Enquanto Inferno os apresenta e fala sobre o problema que todos estão enfrentando, o barman saca uma arma e fuzila todos. Constatando que os vilões estão mortos, o homem retira sua máscara de borracha e conclama... Justiça seja feita.
A+:

* Essa verdadeira chacina também serviu para que a Marvel "queimasse" muito de seus vilões de segunda categoria que infestavam suas revistas.

* O Matador visitado no manicômio trata-se do vilão conhecido como Matador de Idiotas, que já teve uma violenta versão publicada pelo selo Marvel Max.

* O homem que cria dos diamantes de Cascavel, aqui chamado apenas de Pete, é o vilão Ardiloso (que também já foi chamado de "Paste-Pot-Pete". No Brasil, o personagem sofreu ainda mais com seu nome, sendo chamado de Caminhante (quando as histórias da Marvel eram publicadas pela Ebal) e de  foi chamado entre nós de "Pete Goma Arábica" (na época da Bloch)

4 comentários:

Anônimo disse...

Alguém avisa aí a Cascável para tirar a pele escamosa dela de cima do Cap q ele tem dona; só pq a Bernie está longe não quer dizer q ela pode abusar do Steve! òó

Um vilão q mata vilões...Vc já assitiu ou ouviu falar de Death Note????

Beijos
Jovie

Marcos Dark disse...

Assim como uma serpente, Cascavel vai rastejando aos poucos pro lado do Capitão...

Não assisti, mas já ouvi sim falar de Death Note.

Anônimo disse...

Aimeudeus, DM o que isso significa?????

Ah, então você entende a comparação. (salvo as devidas proporções, claro)

Beijos
J.

Marcos Dark disse...

Não conheço tanto de Death Note, mas o suficiente para entender a comparação sim... salvo as devidas proporções... claro.