quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 295



- Captain America 296 (Agosto de 1984)
> Publicada no Brasil na revista Capitão América n° 97 ("Tormenta Mental")

História: 

* "Things Fall Apart" - Escrita por J. M. DeMatteis, desenhada por Paul Neary, artefinalizada por Sam DeLarosa

As Irmãs do Pecado atacam uma nova vítima ligada a Steve Rogers: o herói Falcão. Ele não é páreo para o veneno da Irmã Agonia e é capturado.

Na mansão do Caveira Vermelha, Capitão América e Nômade descobrem que o Arnie Roth que eles descobriram estar disfarçado de Barão Zemo é, na verdade... outro robô. A armadilha em que se encontram se abre e a dupla investiga o local. Encontram o corpo do lacaio do Caveira, Horst. Dentro dessa sala, encontram um espelho onde o Capitão América constata algo atemorizante... ele parece estar envelhecendo rapidamente. 

Em seguida a dupla de heróis chega até uma sala decorada como se fosse um cabaré alemão dos anos 40, onde a plateia é formada por vários robôs com a fisionomia de Arnie. A Irmã Prazer se apresenta no palco e Nômade a reconhece, chegando a uma conclusão assustadora. Durante os últimos dias, ele a salvou e foi seduzido, sendo induzido através do veneno em seus lábios e colocar um produto em toda bebida e comida que oferecia a Steve. Esse produto foi responsável por anular o efeito do soro do supersoldado e agora está envelhecendo o Capitão América.

Outra apresentação no palco do cabaré traz o verdadeiro Arnie, que sofreu uma lavagem cerebral e agora está em choque. A Madre Superiora revela ser a arquiteta desses ataques e pelo envelhecimento do herói. Ela ainda mostra que seus amigos agora são reféns, inclusive Bernie. Apesar de furioso, o Capitão América lembra que ela foi criada pelo Caveira e isso, de certa forma, foi traumático o suficiente para torná-la a vilã que é. Tenta convencê-la disso e que pode lutar contra a má influência de seu pai. Confusa, sua primeira reação é de ira e descontrole. Por fim, ela consegue envenenar o cada vez mais fraco Capitão América... fazendo com o que o próximo, e talvez definitivo ataque, seja do Barão Zemo.

Continua...
A+:

* A ideia de mostrar o Capitão América envelhecido, mostra ao leitor como seria se ele tivesse envelhecido normalmente desde a década de 40.

* Uma cena mostrando Vespa e Starfox entrando no apartamento de Bernie e descobrindo a marca do Caveira Vermelha foi cortada na versão brasileira. Dessa vez, nem tentaram optar por pintar o Starfox de azul e transformá-lo no Fera. Outra página cortada é a que mostra o dramático monólogo de Arnie Roth, que sofreu lavagem cerebral e é obrigado a declamar sobre sua homossexualidade sob a ótica distorcida e preconceituosa do Caveira (de forma discreta, porém chocante).

2 comentários:

Anônimo disse...

Olá!!

A coisa tá feia pro lado do Cap!
Tô ficando com raiva delas, *ninguém* sequestra o Sam!

"Esse produto foi responsável por anular o efeito do soro do supersoldado..." Mas isso é um perigo, com o bando de inimigos/vilões que o Cap tem! Isso vai aparecer outra vez ou vai ficar restrito à esse arco?

Pobre Arnie, alguém na Marvel odiava ele né?

Essa cena do Arnie em q ele se assume, não causou nenhuma repercurssão? Ninguém se incomodou??Ninguém mesmo?
[Os fãs do Lanterna Verde deveriam se envergonhar.]

Beijos
Jovie

Marcos Dark disse...

Apesar da cena com Arnie ser chocante, o monólogo dele é feito de uma forma absolutamente discreta. Talvez, por isso, não causou tanta polêmica. Se assim fosse, o autor ainda recorreria a desculpa do duplo sentido.