quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 274



- Captain America Annual 7 (1983)
> Publicada no Brasil no Almanaque do Capitão América nº 89, pela Editora Abril ("Labirintos")

História: 

* "The Last Enchantment" - Escrita por Peter B. Gillis, desenhada por Brian Postman, artefinalizada por Kim DeMulder

O Capitão América tem que resgatar o poderoso objeto conhecido como Cubo Cósmico, roubado pelos cientistas e terroristas da IMA (Ideias Mecânicas Avançadas), cujo um dos líderes e fundador do grupo tenciona remodelar a realidade de acordo seus pensamentos (algo que o Cubo proporciona).

No meio do caminho, o herói se depara com o alienígena Wundarr, que residia no Projeto Pegasus, local onde estava guardado o Cubo, e tinha uma mente infantilizada. Graças ao objeto, Wundarr desenvolveu sua mente e poderes mentais, vindo a chamar a si mesmo de Aquarius.

Invadindo o Quartel General da IMA, a dupla enfrenta um dos fundadores do grupo, que começa a enlouquecer com as possibilidades oferecidas pelo Cubo (entre seus inúmeros feitos, faz com que o corpo do Capitão América fique sem ossos e seu escudo se torne uma espécie de caranguejo). O leitor também fica sabendo um pouco mais sobre a origem secreta do objeto. Quando a criatura conhecida como Modok (que foi criada pela própria IMA) usou seus poderes para abrir um portal espaço-tempo, descobriu uma nova energia que foi contida em um cubo. Esse cubo, na época, foi roubado pelo Caveira Vermelha, que tentou usá-lo para derrotar o Capitão. Falhando, o vilão perdeu contato com o objeto que, desde então, passou pela mão de vários vilões, vindo a perder boa parte de sua energia e sendo entregue ao Projeto Pegasus pelo Capitão América.

O que o fundador da IMA não esperava era que o Cubo começasse a desenvolver vontade própria, tomando conta da situação e tornando-se uma ser vivo independente, deixando de ser um mero objeto, e remodelando a realidade através do ódio desse próprio cientista. Nesse momento, chega ao local o alienígena conhecido como Figurador, que revela que ele mesmo já foi um Cubo Cósmico desenvolvido pela raça skrull. Ou seja, é formado da mesma energia da "espécie" do Cubo terrestre. Comunicando-se com seu "irmão", o Figurador consegue acalmá-lo, fazendo-o com que até peça desculpa aos heróis por seu comportamento, mas que agiu apenas como reflexo da confusa mente do cientista da IMA. Figurador e Cubo Cósmico partem para se desenvolver em segurança em outra parte do universo.

A+:

* Aqui é revelado que o Cubo Cósmico não é um mero objeto, mas um alienígena em forma de energia, contido em um cubo artificial. Futuramente, esse alienígena seria chamado de Kubik.

* Aparentemente, havia duas facções dentro da IMA. A primeira fundou o grupo e era formada por cientista que, apesar de não ter escrúpulos, era mais uma grupo fechado em seus próprios experimentos. A segunda se desenvolveu e se tornou uma célula terrorista, com intenção de utilizar seus conhecimentos para dominar o mundo. Sempre caracterizados pelos seus uniformes que dava a estranha impressão de serem macacões com baldes na cabeça, essas facções ficaram sendo conhecidas como facção azul (a primeira) e facção amarela (a segunda e criminosa, mais conhecida nos quadrinhos).

2 comentários:

Anônimo disse...

Olá!!

"Cubo começasse a desenvolver vontade própria" OMG! O cubo é uma entidade consciente?!! Eu NUNCA imaginei isso.

"Figurador, que revela que ele mesmo já foi um Cubo Cósmico desenvolvido pela raça skrull." Espera um pouco. O Cubo Cósmico tem um irmão? o.O kkkkk
"Futuramente, esse alienígena seria chamado de Kubik" Vão mesmo considerar tudo isso? Parece mais uma daquelas estórias q depois os outros roteiristas ignoram.

xx
Jovie

P.S: eu fui pesquisar para ver como era o Kubik, e existe uma pessoa de verdade chamada "Marvel Kubik"

Marcos Dark disse...

Então... sabe aquele tipo de história que alguém, um dia, diz: olha, não foi uma boa idéia...