quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 250

 - Captain America 266 (Fevereiro de 1982)
> Publicada no Brasil na revista Capitão América nº 49, pela Editora Abril ("A Teia da Morte - parte 2")


História:

* "Flight From Thunderhead" - Escrita por David Anthony Kraft, desenhada por Mike Zeck, artefinalizada por John Beatty

Em queda livre, a oito mil metros de altura, Capitão América e Homem-Aranha parecem ter encontrado seu fim. Homem-Aranha consegue prender-se a Ilha Trovão (a base voadora do vilão Sultão) com sua teia e lança outra para agarrar o Capitão América. Mas os robôs do Sultão atordoam o Aranha com um raio, fazendo com que o auxilio não alcance o outro herói.

Os robôs, ordenados por seu criador, seguem o Capitão América em sua queda e tentam matá-lo em pleno ar. O herói, mesmo em queda livre, consegue destruir um a um, sendo que o último acaba lhe fornecendo a única saída para sua sobrevivência: um retrofoguete, que ele instala em suas costas no último momento e consegue levantar vôo antes de chegar ao solo. O Aranha, desmaiado, solta a teia onde está pendurado e começa a cair, mas o Capitão consegue alcançá-lo a tempo de impedir a fatalidade. Os heróis seguem para dentro da Ilha Trovão.

Enquanto isso, Nick Fury tenta desarmar a primeira ogiva que foi lançada. Lembrando-se do projeto de Sultão (que já foi um cientista da SHIELD), consegue chegar até uma espécie de sala de comando, onde reprograma o míssil para seguir para o horizonte. Mas descobre que verdadeira bomba... é a própria Ilha Trovão.

Capitão e Aranha derrotam Sultão que, estranhamente cai ao chão... morto. De seu corpo, um pequeno módulo voador foge desapercebido. Os heróis usam as últimas reservas de combustível do retrofoguete para sair da ilha e fazer uma aterrisagem forçada na mata logo abaixo.

No meio da mata, mais robôs do Sultão cercam os heróis. Liderando-os, um robô diferente traz a mente de Sultão, que foi trazida dentro do módulo que saiu de seu corpo. Enquanto o Aranha cuida dos robôs, Capitão é cercado por Sultão. Mas, quando o vilão iria disparar uma rajada fatal, Capitão América defende com seu escudo e a energia destrói seu corpo robótico.

Novamente, o módulo voador sai do corpo e consegue escapar dos heróis. Nem mesmo a ágil teia do Aranha consegue alcançá-lo. De repente, um disparo atinge o módulo, destruindo-o. É Nick Fury, que caiu no oceano com a bomba falsa e foi resgatado pelos agentes da SHIELD. Ele explica ainda que a Ilha Trovão foi interceptada pela agência e destruída. E que, apesar da inteligência de Sultão, era uma bomba comum... pois ele não conseguiu construir uma ogiva nuclear.

Nenhum comentário: