quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 243

- Captain America 258 (Junho de 1981)
> Publicada no Brasil no Almanaque do Capitão América nº 60, pela Editora Abril ("Seu Nome É Labareda")


História:

* "Blockbuster" - Escrita por Chris Claremont e David Michelinie, desenhada por Mike Zeck


Depois de voltarem de um romântico passeio, Bernie e Steve testemunham um prédio na vizinhança explodir e começar a se incendiar. Steve pede para Bernie chamar os bombeiros, enquanto ele sobe até o teto e veste seu uniforme de Capitão América. Seguindo por cabos, o herói chega até o prédio vizinho e consegue evacuar os moradores. Porém, é alertado sobre um casal de idosos que talvez não consiga escapar. Desafiando o fogo, chega até o casal, que já está desacordado. A fumaça é demais até mesmo para o herói, que ainda tem que lidar com as vigas desabando sobre seu escudo. Só não se torna mais uma vítima devido a ajuda dos bombeiros, que ajudam a retirar o casal e o próprio Capitão. No último instante, porém, o teto desaba e atinge o bombeiro que os auxiliava, matando-o.

O bombeiro morto era amigo de Mike, um dos vizinhos de Steve. Triste com a morte do amigo, porém revoltado, ele revela que incêndios criminosos estão acontecendo em prédios velhos da cidade, com o intento de intimidar os moradores a vender o local para que grandes contrutoras possam demolir e construir novos complexos.

Ao investigar mais a fundo sobre esses crimes, Capitão América acaba sendo encontrado pelo mesmo criminoso que causou o incêndio. Só que, desta vez, ele veste uma espécie de uniforme que aumenta sua força, tamanho e é capaz de disparar fogo por seu punho. O vilão chama a si mesmo de Labareda.

A batalha dos dois segue até um armazém no cais, onde o Capitão América tem chance de chegar próximo ao vilão e destruir a unidade refrigeradora de seu uniforme, levando-o a se desesperar e desmaiar. Destruindo o uniforme do vilão, Capitão América leva o criminoso para fora das próprias chamas que causou, onde os bombeiros e a polícia estão esperando. Labareda se irrita com a destruição de seu uniforme, mas ainda tem um revólver, o qual aponta para o herói. No último instante, Mike direciona a mangueira com água em alta pressão, desarmando e desequilibrando o criminoso, que é preso em seguida.

O investigador que acompanha a polícia diz que esse criminoso servirá para entregar quem está contratando os incêndios. O lado ruim é que sua pena será mais branda. Porém, no dia seguinte, Steve Rogers cochila tranquilamente em sua prancheta, sobre um jornal onde é noticiado a prisão de Labareda e seu mandante.
A+:

* Mais uma tentativa de firmar uma equipe criativa para a revista mensal do herói. Dos envolvidos, o desenhista Mike Zeck se destacou (e permaneceu no título) por trazer o mesmo dinamismo da arte de John Byrne, na fase passada. Mas também temos mais uma tentativa de colocar Chris Claremont como escritor da série, o que não aconteceu devido a seu sucesso com os X-Men, que ainda duraria muito tempo. Já David Michelinie, co-autor dessa história, estava fazendo sucesso com a revista do Homem de Ferro. Porém, na revista do vingador dourado, desenvolvia uma história onde é mostrado um financiador de roupas especiais para supervilões, algo que o Labareda cita discretamente ao vangloriar-se da roupa especial que adquiriu.

* Apesar de Claremont e Michelinie serem creditados como escritores dessa história, cada um deles escreveu metade. Claremont cuidou da parte mais dramática, onde é mostrado que um incêndio criminoso vitimou um bombeiro. Michelinie terminou a segunda metade da história, colocando mais ação e até criando um supervilão para o Capitão enfrentar.

* A idéia inicial era que o desenhista Bill Sienkiewicz fizesse a arte dessa história. Não aconteceu, mas ele faria uma parceria com Claremont na revista Novos Mutantes, em uma fase cultuada pelos fãs.

* O nome original do vilão é Blockbuster, algo como Arrasa Quarteirões. Esse nome, inclusive, teve que ser alterado devido a um outro personagem, da Editora DC Comics, já se chamar dessa forma.

Nenhum comentário: