quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 225

 - Captain America nº 236 (Agosto de 1979)
> Publicada no Brasil na revista Capitão América nº 52, pela Editora Abril ("Terror nas Alturas")


História:

* "To Stalk the Killer Skies" - Escrita por Roger McKenzie e Michael Fleisher, desenhada por Sal Buscema, artefinalizada por Don Perlin

Capitão América cai para a morte, quando tenta alcançar o dirigível do vilão Doutor Faustus. Girando seu corpo, chega a centímetros da nave e... erra, continuando sua queda fatal.

Demolidor, dentro do pequeno avião de onde o Capitão América saltou, e agora também mergulha para a morte uma vez que o combustível acabou, tenta planar próximo ao herói e lhe atira seu bastão. O Capitão América lembra que o Demolidor usa uma espécie de arame embutido no bastão para se balançar pelos prédios da cidade. Encontrando o dispositivo que dispara o arame, o herói consegue amortecer sua queda e pouco pouco suave, porém não fatal. Demolidor consegue direcionar o avião para o cais, onde a velocidade é amortecido por caixas antes de cair na água e ser resgatado pelo Capitão.

Utilizando uma pequena nave dos Vingadores, também pilotada pelo Demolidor, Capitão América consegue alcançar e invadir a nave de Faustus. O vilão ainda pretende jogar uma espécie de gás de controle mental sobre Nova Iorque. Faustus explica que o Grande Diretor, vilão líder da Força Nacional, é ninguém menos que o Capitão América dos anos 50, que perdeu a sanidade ao aplicar uma versão do soro do supersoldado em si mesmo e que já lutou com Steve Rogers tempos atrás, juntamente com uma versão igualmente instável de Bucky. O controle de Faustus sobre ele foi tamanho, que foi capaz de manipulá-lo para que matasse seu próprio parceiro.

Dentro da nave, o Grande Diretor, com a mente abalada, se contorce aos pés de Faustus, que lhe ordena que mate o Capitão América. Em um movimento inesperado, o Grande Diretor aciona um dispositivo em seu cinto, que faz com que seu corpo se incinere e vire cinzas (a mesma saída suicida dos fanáticos da Força Nacional quando são pegos).

Capitão América consegue subjugar Fautus, libertar Peggy Carter (que estava refém do vilão), derrubar seu dirigível e salvar a cidade.
A+:

* Quando o "Capitão América dos anos 50" foi derrotado por Steve Rogers, ele foi levado para uma instituição psiquiátrica controlada pela organização criminosa Corporação, principal grupo enfrentado pelo herói nessa fase. E, dentro dela, o ilustre Doutor Faustus, também integrante da Corporação, controlava o local.

2 comentários:

Anônimo disse...

O Cap e o Demolidor trabalharam juntos com tanta facilidade, eles vão repetir a breve parceria em algum momento?

J.

Marcos Dark disse...

Demolidor era um personagem relegado ao segundo escalão até então. Foi Roger McKenzie quem começou a dar importância (e respeito) ao personagem, algo que seria consolidado quando ele trabalhasse com Frank Miller e tornaria o personagem cultuado.