terça-feira, 27 de novembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 216

 - Captain America nº 228 (Dezembro de 1978)
> Publicada no Brasil na revista Capitão América nº 47, pela Editora Abril ("Com Os Minutos Marcados")


História:

* "A Serpent Lurks Below" - Escrita por Roger Mckenzie, desenhada por Sal Buscema, artefinalizada por Mike Esposito e John Tartaglione

Na Mansão dos Vingadores, o Capitão América desabafa com o Homem de Ferro sobre a melancolia que lhe abate por não ter uma vida social como Steve Rogers. Afinal, quem é o Capitão América quando não o herói não é necessário? Percebe que até mesmo outros vingadores se ocupam com suas vidas pessoais, como pode ver em Hércules e Thor, simplesmente disputando braço de ferro ou mesmo o Fera, que passa apressadamente para ir se encontrar com uma garota.

Da sacada da Mansão, onde o Homem de Ferro tenta alegrar o amigo lembrando-o do quanto representa para o mundo a sua volta (na verdade tenta dizer que deve parar de sentir pena de si mesmo), o herói pode ver duas crianças brincando logo abaixo, uma delas, com uma tampa de lata de lixo nas mãos, fingindo ser o próprio Capitão América. Mas o momento reflexivo acaba quando percebe que a criança irá ser atropelada por um caminhão. Ele salta para a rua e consegue salvá-la e, depois de um leve sermão sobre segurança no trânsito, recebe uma saraivada de perguntas das crianças.

Um de seus fãs lembra do Falcão. De fato, faz um bom tempo que o Capitão não vê seu parceiro. Por isso vai até a barbearia que é uma das bases da SHIELD, mas a encontra deserta. Um dos agentes, comunicando-se por um visor, alerta o herói que aquela base se tornou obsoleta e irá ser destruída em alguns minutos (na verdade, a parte subterrânea a barbearia). Descobre que mesmo os novos superagentes que o Falcão treinava não sabem de seu paradeiro. O máximo que sabem é que ele partiu para salvar alguém chamado Jim.

Quando está para sair da base, Capitão América é atacado pelo vilão Constritor, enviado pela organização criminosa conhecida como Corporação. O vilão veste um uniforme especial que contem cabos de adamantium em suas mãos e, além de resistentes, são capazes de eletrocutar a vítima. Durante a luta com Constritor, é revelado que há um traidor entre os novos superagentes. Assim que derrota o vilão, a base subterrânea, destruída por explosivos, desaba sobre a dupla.

Continua...
A+

* Aqui é o fim da barbearia que servia de fachada para a SHIELD. Local que se tornou icônico nas aventuras do Capitão América.

* O vilão Constritor surgiu nas histórias do Hulk, herói que também estava passando por problemas com a organização Corporação. Era um agente da SHIELD que se infiltrou na corporação fantasiado como supervilão. Mas, devido a um colapso nervisi, o agente passou realmente a agir como vilão e, pior ainda, trabalhando para a Corporação, desertando a SHIELD.

2 comentários:

Anônimo disse...

Concordo, o Steven não tem vida social! Ele e o Sam nunca iam num bar; ou assistir uma partida de futebol ('futebol americano', claro), ou qualquer outra coisa. Esse homem precisa de alguns hobbies!

"faz um bom tempo que o Capitão não vê seu parceiro." Eles se separaram outro dia, o Steven sabe onde ele mora! Nem para escrever, ir visitar, nada?!!!

Beijos
Jovie

Marcos Dark disse...

Digamos que as agendas heróicas dos dois não batiam muito.