sábado, 24 de novembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 213

 - Captain America nº 225 (Setembro de 1978)
> Publicada no Brasil na revista Capitão América nº 44, pela Editora Abril ("Devastação")


História:

* "Devastation" - Escrita por Steve Gerber, desenhada por Sal Buscema, artefinalizada por Mike Esposito

Nick Fury resgata Capitão América do local do acidente com o trem (onde o herói enfrentou a criatura conhecida como Animus) e o leva para uma das bases da SHIELD. Lá, o coronel se espanta com a idéia do Capitão em pedir ajuda ao psicólogo Mason Harding (criador da Bomba de Pavor) para desbloquear suas memórias e para que ele possa descobrir a verdade sobre seu passado.

Ainda na base da SHIELD, o agente Dum Dum Dugan mostra o arquivo sobre a garota que, aparentemente, tem ajudado o herói, Veda. Descobre que ela realmente é filha da Agente R, que esteve presente no laboratório onde o herói ganhou sua força sobre-humana. Mas se espanta com a deformidade em seu rosto, detalhe que Veda não lhe contou.

Enquanto isso, a Corporação, grupo criminoso para quem Veda trabalha, a recebe apenas para matá-la, transformando-a em um monte de cinzas.

Sob a supervisão de Nick Fury, Harding aceita o pedido do Capitão e o conecta em seu dispositivo experimental de desbloqueio mental. Anteriormente, o talentoso cientista tentou fazer o mesmo através de hipnose, mas o treinamento militar do herói criou barreiras contra essa técnica.

O experimento tem sucesso e o Capitão América se recorda de seu passado... sua infância onde era considerado muito franzino e passivo... em comparação a seu irmão Mike, que acabou morrendo ao servir em Pearl Harbor. Porém, ao fim da lembranças, um efeito colateral se abate sobre o herói. O choque do maquinário e seus traumas do passado parecem ter anulado o soro do supersoldado do seu corpo... e ele volta a ser o franzino Steve Rogers.

Continua...
A+:

* Aqui temos uma tentativa de enriquecer a mitologia do personagem, mostrando fatos de seu passado até então desconhecidos. No entanto, essa fase nunca foi explorada ou sequer considerada, deixando vários pontos sem explicação ou mesmo com informações conflitantes tanto com o passado do personagem quanto em suas histórias futuras. Para todo efeito, a confusão mental devido ao trauma do congelamento do Capitão nos anos 40 parecem ter gerado lembranças que podem não ter acontecido.

A história de Steve Rogers antes de se tornar o Capitão América é uma das menos exploradas nos quadrinhos, sendo que a maior parte dos fatos desse período foram respondidas em sessões de correspondências com os leitores, em sua própria revista.

2 comentários:

Anônimo disse...

"No entanto, essa fase nunca foi explorada ou sequer considerada" então Steven NUNCA teve um irmão? Que pena, seria legal se tivessem dado uma família para ele.

O efeito do soro foi cancelado?! E agora, como eles desfazem isso??!! O Sam volta para ajudar???

(A expressão facial do Nick está perfeita!!!)

Beijos
Jovie

Marcos Dark disse...

Digamos que o passado de Steve não é confirmado e nem negado. Há algum desenvolvimento no sentido de mostrar que se trata de implantes de memória, mas é algo pouco explorado pelos autores.

Quando a anulação do efeito do soro... vão resolver isso RAPIDINHO. Fique olhando!