domingo, 21 de outubro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 179

 - Captain America 177 (Setembro de 1974)
> Publicada no Brasil na revista Capitão América nº 10, pela Editora Bloch ("A Fúria de Lúcifer")


História:

* "Lucifer Be Thy Name" - Escrita por Steve Englehart, desenhada por Sal Buscema, artefinalizada por Vince Colletta

Como o Steve Rogers ainda utiliza o escritório de Sam Wilson como dormitório, o Falcão tenta convencê-lo a voltar atrás na decisão de abandonar a carreira como Capitão América. Steve, no entanto, se mostra irredutível. Magoado, o Falcão, seguido de seu mascote, Asa Vermelha, decide fazer a ronda no bairro sozinho.

Para piorar a situação, o Harlem é aterrorizado por um vilão extradimensional conhecido como Lúcifer. Para manter seu corpo físico em nossa dimensão, o vilão se funde ao marginal Rafe Michel e ao supervilão conhecido como Áries (integrante do grupo Zodíaco). Com isso, apesar de seus poderes ficarem reduzidos, consegue duplicar-se em dois corpos. Se o Falcão não seria capaz de enfrentar um inimigo interdimensional, mais difícil ainda seria enfrentar dois.

Os dois Lúcifer recebem a ajuda de criminosos locais que o levam até o chefão conhecido como Morgan. O acordo de Morgan é muito simples: ele pede que Lúcifer mate o Falcão.

Continua...

A+:

* Apesar do nome, o vilão Lúcifer em nada aparenta ter poderes místicos (a não ser que se considere seres de outra dimensão como seres místicos). Sua abordagem está mais para conquistador alienígena. No entanto, uma explicação do próprio dá idéia de que ele é uma espécie de inspiração para o Lúcifer bíblico. Ao fundir-se com o vilão Áries, diz que suas ofertas de poder são sempre irrecusáveis e que a humanidade tornara mitológica essa sua capacidade.

* O Áries dessa história, Grover Raymond, é o segundo homem a se tornar esse vilão. O primeiro, Marcus Lassiter, morreu em uma história dos Vingadores. Grover foi criado pelo escritor Steve Englehart, responsárvel por essa fase do Capitão América, para a mesma revista dos Vingadores.

6 comentários:

Anônimo disse...

O Steven ainda está morando no escritório do Sam!!! Ele deveria ir morar com a Sharon por um tempo.

Lucifer tem algum objetivo específico?

"No entanto, uma explicação do próprio dá idéia de que ele é uma espécie de inspiração para o Lúcifer bíblico." SE isso for verdade o Sam está tão f*dido.

beijos
J.

Aparecido Rosario disse...

A Editora Abril simplesmente ignorou essa fase na qual Steve Rogers viria a se tornar o Nômade. Em conversa com o editor da época, ele disse na minha cara que essa fase não teria grande importância na continuidade das histórias. Errou feio!

Marcio Maxy disse...

Marcos tenho esse gibi que guardo com carinho aqui comigo valeu pelo belo post...

Dark Marcos disse...

O Lúcifer, apesar de humanóide, era um alienígena que estava exilado em outra dimensão. Era o comandante de uma frota invasora contra a Terra... que falhou. Portanto, ele não nutre muitos amores pelos terrestres...

E o Sam realmente tava "fu" mesmo. Mas até que se virava muito bem... até quando eu já não posso garantir.

Dark Marcos disse...

É, Aparecido. Como estamos vendo por aqui, o editor da época errou feio mesmo...

Dark Marcos disse...

Márcio... relíquia essa aí, hein. Continue guardando com carinho. Agradeço pela audiência. Continue por aqui, amigo.