sexta-feira, 19 de outubro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 177

 - Marvel Two-In-One 5 (Setembro de 1974)
> Publicada no Brasil na revista Super-Heróis Marvel nº 5, pela Editora RGE ("Sete Contra O Império")


História:

* "Seven Against the Empire" - Escrita por Steve Gerber, desenhada por Sal Buscema, artefinalizada por Mike Esposito

O Coisa, Capitão América e Sharon Carter foram presos pelos alienígenas Badoon, que domiram a Terra no ano de 3014. O líder dos alienígenas ordena que as mentes dos invasores seja sondada para descobrir quem são. Com isso, através da mente do Capitão América, os vilões descobrem que eles são heróis do passado. O Coisa se recupera e ajuda na fuga dos calabouços dos badoons. Tarin, a jovem que guiou os heróis para essa época, tenta convencer a resistência humana sobre a vinda do Capitão América (considerado um símbolo do heroísmo nessa época) e solicita que eles informem os heróis daquela época, os Guardiões da Galáxia.

Mesmo incrédulos quanto a veracidade de um herói do passado estar lutando na Terra, os Guardiões são convencidos por um de seus integrantes que conhece bem aquela época, Vance Astro, quando este vê as transmissões da batalha e reconhece a forma de lutar do Capitão.

Os badoons são derrotados pelos heróis e devolvem a liberdade para a Terra. Vance Astro conta que, na verdade, era um astronauta da década de 80 (o futuro dessa história, uma vez que foi publicada na década de 70) e ficou em animação suspensa até o século 30 (de certa forma, uma espécie de versão da própria história do Capitão América). Após a comemoração da vitória, os heróis do passado finalmente retornam para sua época.

A+:

* Os Guardiões da Galáxia são os heróis do futuro da Universo Marvel. Mais de mil anos no futuro. Até então, o grupo havia feito apenas uma aparição, na revista Marvel Super-Heroes nº 18, de janeiro de 1969, criados pelo escritor Arnold Drake e pelo desenhista Gene Colan. A idéia era mostrar a história dos heróis Marvel de um ponto de vista onde eram considerados parte da História passada, sendo alguns heróis até mesmo considerados como apenas lendas. Não fez tanto sucesso ou alarde na época.

Na época desta história, uma espécie de segunda chance pro grupo, interagindo com heróis do passado corriqueiro da Marvel, faziam parte do grupo Vance Astro, Charlie 27, Martinex e Youndu, todos descendentes de colonizadores terrestres em outros planetas, com seus corpos evoluídos de acordo com cada ambiente. A nave do grupo, aliás, se chama "Capitão América".

* A revista Super-Heróis Marvel, da RGE, é uma espécie de versão brasileira da revista Marvel Super-Heroes americana, onde surgiram os Guardiões da Galáxia. Isso em relação ao mesmo título, uma vez que o teor da brasileira se apegou a publicar os encontros do Coisa com outros personagens Marvel, publicadas originalmente em Marvel Two-In-One, como é o caso dessa edição.

2 comentários:

Anônimo disse...

Guardiões da Galáxia?! Que legal, eu só ouvi falar deles por causa do filme (e até agora não sabia quase nada sobre a equipe)

Já q eles são do futuro, conta como os heróis do passado morreram?

"Os Guardiões da Galáxia são os heróis do futuro da Universo Marvel. Mais de mil anos no futuro." Thor ainda poderia estar por perto?

Por que eles gostam tanto de congelar pessoas? Vance Astro sofreu dos mesmos problemas de adaptação do Cap??? Eles trocaram dicas???

"sendo alguns heróis até mesmo considerados como apenas lendas" O conceito era excelente!!!

Beijos
Jovie

Dark Marcos disse...

A idéia de revelar o futuro dos personagens do passado é um recurso para se criar mistério ao que aconteceu a eles. Ou seja, ao mesmo tempo em que o leitor tem fácil acesso a essa informação (uma vez que vislumbra o futuro) também há regras para que tais acontecimentos não sejam revelados. Em alguns casos, o autor chega ao extremo de dizer que algo terrível aconteceu... mas nunca conta exatamente oque. Isso, paradoxalmente, acaba atraindo mais a atenção do leitor do que afastando.

Os Guardiões da Galáxia usam um recurso que já era usado na DC com a Legião dos Super-Heróis, que também viviam mil anos a frente dos heróis daquela editora.