terça-feira, 18 de setembro de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 150

 - Captain America and The Falcon nº 150 (Junho de 1972)
> Publicada no Brasil na revista Capitão América nº 23, pela Editora Abril ("O Comprador de Almas")


História:

* "Mirror, Mirror..." - Escrita por Gerry Conway, desenhada por Sal Buscema, artefinalizada por John Verpoorten

Apesar do empregador de Batroc se parecer com o vilão Estranho, trata-se de uma espécie de cópia interdimensional dele chamado Jakar (porque criar uma cópia interdimensional de um vilão que já era obscuro... isso só os deuses sabem...).

Jakar veio de uma dimensão acometida por uma doença cósmica que deixou todos os habitantes de seu planeta em coma. Sendo o único sobrevivente, adentrou nossa dimensão afim de capturar a energia vital das crianças sequestradas para dar vida novamente a seu mundo.

Após escaparem do cativeiro do vilão, Capitão América e Falcão o derrotam e provam que seu plano de reviver seu planeta não daria certo. Para fazê-lo ouvir a razão, o Capitão América mostra a imagem da esposa do vilão, em estado de choque. Após Jakar transformar a si mesmo em energia e ser lançado no espaço, a dupla de heróis ainda captura Batroc, que desejava vingança contra Jakar e tentava fugir após a aventura.

2 comentários:

Anônimo disse...

O título no Brasil ficou melhor q o original!!

"adentrou nossa dimensão afim de capturar a energia vital das crianças sequestradas para dar vida novamente a seu mundo." E o Batroc achou q seria legal ajudar uma pessoa dessas?????

Ao menos o Batroc foi detido, e é bom ele ficar um looooooooooooongo tempo preso. ELE ESTAVA RAPTANDO CRIANÇAS!!! [Rumpelstiltskin é o único q poderia compreender o lado dele] Isso é tão inaceitável!!!!!

E o Nick Fury, continua agindo estranho???

Beijos
Jovie

Dark Marcos disse...

Digamos que Batroc dá verdadeiro sentido a palavra "mercenário".

Já Nick Fury... é continua um tanto quanto... estranho.