sábado, 23 de junho de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 65

- Tales of Suspense 77 (Maio de 1966)
> Publicada no Brasil Biblioteca Histórica Marvel - Capitão América nº 1, pela editora Panini ("Se Uma Refém Morrer")


História:

* "If a Hostage Should Die" - Escrita por Stan Lee, desenhada por Jack Kirby e John Romita Sr, artefinalizada por Frank Ray.

Na última aventura, o Capitão América se deparou com alguém que lhe fez recordar de uma garota de seu passado, pela qual foi apaixonado. Mas... quem era essa garota?

Ao relembrar o passado, se recorda da vez que, auxiliando os franceses contra a ocupação nazista, conhece uma garota, pertencente a resistência, e por ela se apaixona. Chamado para uma última missão naquele período, o Capitão América é obrigado a deixar a garota, que acaba sendo capturada pelos nazistas. Ela resiste até o fim e está prestes a ser fuzilada... quando uma bomba cai no pátio onde está e ela desaparece em meio ao lampejo.

O Capitão América chega muito depois, devido a urgência de uma missão atrás da outra, e descobre que a garota que amou morreu bravamente. Desesperado, ele ajuda a derrotar os nazistas restantes, mas está imerso pela dor da perda, mesmo em meio a comemoração dos americanos e aliados. Ironicamente, essa comemoração é filmada e, anos depois, apenas Steve Rogers consegue entender porque seu semblante está tão transtornado na gravação em meio a um dia de vitória.

O que o herói não sabe é que a garota está viva! A explosão a deixou atordoada e a fez perder a memória, não se recordando de quem era e muito menos de seu amor pelo Capitão. De qualquer forma, era uma história de amor que ali terminava.

A+:

* Ligar o Capitão América a um amor do passado parece ter rendido bem desde a última edição, fazendo com que os leitores (ou seriam leitoras?) ficassem curiosos sobre quem era a mulher loira que despertou o amor no herói. No entanto, ao invés de trazer um personagem do passado do Capitão, os autores optaram por criar uma personagem totalmente nova em seu passado, que seria a chave para o desenvolvimento de histórias futuras do personagem.

8 comentários:

Anônimo disse...

Aww mostraram a estória com a mulher do passado do Cap <3

"mas está imerso pela dor da perda, mesmo em meio a comemoração"
Quer saber? Stan Lee é cruel; todo mundo reclama que o George R. R. Martin assassina os personagens, mas o Stan Lee faz pior! Ele pisa e pisa e pisa nos personagens e os deixa vivos para sofrerem com as lembranças do que ocorreu!!!
[E mesmo q a mulher esteja viva ela esqueceu dele, portanto, continua sendo maldade.]

Beijos
Jovie

Dark Marcos disse...

Escritores, em sua maiorias, são deuse cruéis mesmo.

Anônimo disse...

Sabe Marcos, você me pareceu bem conformado com isso.
Não é que eu queira uma estória insossa, mas de vez em quando não tem problema nenhum em deixar o personagem ter um pouco de felicidade sem no instante seguinte estar dilacerando a mesma.

Porém não pense que é só com Stan Lee que tenho esse problema, já reclamei demais do CLAMP antes; essas mulheres (é um grupo) costumam fazer o diabo a quatro com os protagonistas delas, um exemplo é o Kamui de "X/1999"

E o Bucky nem chegou a conhecer a mulher né? Ao menos vc nem mencionou o nome dele.

Beijos
Jovie

Dark Marcos disse...

Na verdade eu disse sobre escritores meio que com conhecimento de causa. Às vezes, para apimentar uma história, um personagem sofre na mão do escritor.

O Bucky meio que foi limado dessa história. Mas subentende-se que ele deva ter conhecido a moça em algum momento.

Anônimo disse...

"Na verdade eu disse sobre escritores meio que com conhecimento de causa" Então você escreve, tipo fanfic?

Beijos
Jovie

Dark Marcos disse...

Não.
Já escrevi (e foram publicados) roteiros de quadrinhos meus em revistas independentes e eróticas.
Mas nunca fiz nada com super-heróis.

Anônimo disse...

Sério? Que f*da Marcos!!!! Parabéns!!!!

Sabe, você tem bastante conhecimento sobre esses personagens e o Universo deles, você deveria tentar escrever alguma fanfic - (se tiver tempo, é claro), aposto que ficaria ótimo. Se eu te contasse a barbaridade que eu li com o Steven depois que Avengers estreiou. Acho q vc teria um ataque cardiaco se lesse aquilo. Infelizmente a garota apagou o perfil dela e tirou a fanfic do ar (e isso foi quando? Só faz dois dias) senão eu te enviava o link; o que eu quero dizer é: vc poderia fazer melhor.

Beijos
Jovie

Dark Marcos disse...

Então. O tempo é escasso para que eu entre no mundo dos fanfics.
Além do que, já tenho outros projetos em andamento para publicação e esse humilde blog é um filhinho que já dá bastante trabalho.