segunda-feira, 14 de maio de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 25

 - Fantastic Four 26 (Maio de 1964)
> Publicada no Brasil na revista Quarteto Fantástico nº 15, pela editora Ebal ("Os Vingadores Entram em Cena")


História:

* "The Avengers Take Over" - Escrita por Stan Lee, desenhada por Jack Kirby, artefinalizada por George Bell

O Capitão América continua a ser apresentado para os heróis do Universo Marvel... bem... mais ou menos. Aqui, ele, juntamente com os Vingadores, se encontra com o Quarteto Fantástico. Lembrando que os dois grupos nunca se encontraram antes, valendo a regra de que heróis sempre se estranham em um primeiro contato. Porém, ao invés de se estapearem por motivo algum, o que acontece aqui é uma espécie de "engarrafamento de heróis". Com tantos personagens em um único local, um acaba esbarrando e atrapalhando o outro, numa situação quase cômica.

O motivo dos dois grupos se encontrarem é a destruição perpetrada pelo Hulk. O monstro enfrentou o Coisa, na edição anterior da revista do Quarteto Fantástico (num dos primeiros e clássicos encontros entre estes dois heróis). A briga foi levada até a cidade de Nova Iorque, onde os Vingadores também tentam deter seu ex-integrante. Na verdade, é o Hulk quem procura os heróis, onde está seu amigo Rick Jones. Chegando lá, ele descobre que Rick agora ajuda o Capitão América. Num acesso parecido com ciúmes, Hulk destrói a mansão de Tony Stark (o Homem de Ferro) e enfrenta também os Vingadores.

A situação se resolve com Rick chegando perto o bastante do Hulk para fazê-lo engolir uma cápsula capaz de acalmá-lo. Voltando a forma de Bruce Banner, o monstro consegue fugir de ambas as equipes.

O Capitão América, que, de certa forma, é o herói com menos poder entre os Vingadores, mostra que suas habilidades acrobáticas são páreo até mesmo para enfrentar o Hulk. Encarando o gigante verde sozinho, consegue golpeá-lo (claro que sem muito resultado) e esquivar-se de seus ataques, dando chance de seus colegas o cercarem.

A+:

* Em início de carreira, os heróis Marvel passaram por diversos ajustes até alcançarem um visual mais condizente com o que conhecemos hoje (na verdade, continuaram se adaptando com o passar das décadas). O Homem de Ferro, por exemplo, teve vários ajustes em sua armadura em pouquíssimo tempo. Quando fundou os Vingadores, usava uma armadura toda amarela (ou dourada) que mais parecia um enorme tambor. Na versão dessa história, seu comunicador era representado por uma inesquecível anteninha que saía do ombro de sua armadura.

6 comentários:

Anônimo disse...

"A situação se resolve com Rick chegando perto o bastante do Hulk para fazê-lo engolir uma cápsula capaz de acalmá-lo." Isso é interessantíssimo! Onde está esta capsula q eu nunca ouvi falar?(o que não é surpresa alguma LOL) Pq ela não apareceu nos filmes ou no desenho animado? Ou se Banner tomar muitas dessas ele fica viciado??

"Com tantos personagens em um único local, um acaba esbarrando e atrapalhando o outro, numa situação quase cômica." Eu acho q é um milagre eles não ferirem um ao outro sem querer, tipo esbarrar no Tocha-Humana é fatal para qualquer um, né?

beijos
J.

Dark Marcos disse...

No início, quando todo o universo Marvel foi se formando, os autores viajavam na maionese, já que tudo era novo e inexplorado. Algumas idéias foram levadas adiantes, outras só apareceram vez ou outra e nem são consideradas. As "pilulas gama" pertencem a essa segunda categoria.

Anônimo disse...

Oh que pena, essas pilulas poderiam ajudar tanto em certos aspectos do relacionamento dele com a Bety - se é q vc me entende *vermelha*.

E quanto ao Steve quando vai surgir um interesse romantico para ele, agora q está de volta? (E não seria perfeito se eles trouxessem a Miss América de volta?? Aff, eu tenho q parar de comentar sobre ela) Tem chance de surgir uma nova Golden Girl?

beijos
J.

P.S: Tá empolgado com o novo filme do Homem-Aranha?

Dark Marcos disse...

Entendi direitinho, viu mocinha? Nem adianta ficar vermelha.

Steve, apesar de ser revivido, se sente muito solitário em uma época que não é dele. Naturalmente, um interesse romântico surgirá quando menos se esperar.

Anônimo disse...

Ou seja, vai demorar um tempão né?

bjos

Dark Marcos disse...

Quando você menos esperar...