domingo, 13 de maio de 2012

O DIÁRIO DE STEVE ROGERS - Parte 24

 - The Avengers 4 (Março de 1964)
> Publicada no Brasil no encadernado Biblioteca História Marvel - Os Vingadores nº 1, pela editora Panini ("Capitão América entra para... os Vingadores")


História:

* "Captain America Joins... The Avengers - Escrita por Stan Lee, desenhada por Jack Kirby

O retorno de Steve Rogers, o Capitão América original!

O corpo de um homem é encontrado congelado no oceano pelo grupo de super-heróis conhecido como Vingadores (Thor, Homem de Ferro, Vespa e Gigante). Logo, o reconhecem pelas vestimentas como sendo o lendário Capitão América e, o mais surpreendente, ele começa a acordar! Ainda incrédulos, os heróis só tem certeza de que se trata do supersoldado da Segunda Guerra quando este mostra suas habilidades em combate.

O próprio Capitão, se recuperando do choque inicial, conta que lembra apenas de sua última aventura, quando ele e Bucky, seu parceiro, tentaram impedir o lançamento de uma bomba. O Capitão conseguiu saltar a tempo, mas Bucky continuou no míssil que explodiu e o vitimou. Com o choque, Capitão América cai nas águas geladas, congelando e mantendo-o conservado até os dias atuais (década de 60, no caso).

Mas o herói não teria tranquilidade ao ser reencontrado. Logo que o submarino dos Vingadores chega ao porto, os heróis são transformados em pedra. Pensando que foi deixado só, o Capitão se acostuma com o mundo a sua volta, que mudou muito enquanto esteve congelado (ele fica encantado com um aparelho de TV, por exemplo, que não existia em sua época). Comemora erroneamente ao ver o jovem Rick Jones, um adolescente amigo dos Vingadores, que se parece muito com seu parceiro Bucky.

Investigando como seus novos amigos viraram pedra, o Capitão chega até um alienígena (isso é que é história com reviravoltas!) que os traz a forma normal e solicita ajuda para tirar sua nave do fundo do oceano. Porém, para tanto, os heróis terão que enfrentar um antigo amigo do Capitão: Namor, o Príncipe Submarino!

A+:

* Rick Jones é uma espécie de genérico do personagem que representa o leitor dentro da história. Ao invés de ser um parceiro-mirim de herói, o jovem é um coadjuvante muito participativo. Além de ser amigo dos Vingadores, acompanha as aventuras do Hulk (do qual foi indiretamente culpado pela transformação), chegará a ser parceiro do Capitão América e do Capitão Marvel. Talvez seja um personagem coadjuvante que tenha aparecido muito mais que vários heróis principais da Marvel.

* O alienígena que transforma os heróis em pedra (graças a sua arma especial) conta que ele já está preso na Terra por séculos, tentando buscar ajuda para retirar sua nave que está "atolada". Possivelmente é responsável pelo surgimento da lenda da Medusa, que transformava sua vítimas em pedra e tinha serpentes no lugar dos cabelos (os cabelos do alienígena são tão desgrenhados que sua aparência pode ter sido descrita dessa forma).

* O herói Gigante, identidade secreta do cientista Henry Pym, e responsável por trazer o corpo de Steve Rogers para dentro do submarino, é capaz de aumentar seu próprio tamanho. Porém, já teve um poder contrário, reduzindo seu tamanho, quando atuava como o herói Homem-Formiga. Seria estranho dizer que Pym "iniciou" sua carreira com essa identidade, uma vez que, na verdade, iniciou suas aventuras como um personagem de história de ficção científica, onde mostrava um cientista (o próprio Pym), que cria um soro capaz de fazê-lo reduzir de tamanho. Ao testar sua fórmula, passa por apuros ao invadir um formigueiro. O personagem acabou caindo no gosto dos leitores e ele foi aproveitado no universo de super-heróis da Marvel.

* O retorno do Capitão América é cheio de ironias. Anteriormente, os Vingadores contavam com o Hulk em seu grupo. Mas, instável, acabou se virando contra seus colegas e se unindo a um maléfico Namor (que também era herói, mas tinha uma rixa contra o povo da superfície que o tornava um quase vilão). Após a aventura onde se uniu ao Hulk para derrotar os Vingadores, Namor encontrou uma tribo de esquimós que adoravam uma espécie de ídolo no gelo. Ainda enfurecido, pegou o ídolo e o jogou nas águas do oceano. Acontece que esse ídolo (preso em um bloco de gelo) era justamente o Capitão América congelado, O que nos leva ao início dessa história.

2 comentários:

Anônimo disse...

Olá!!!

Adorei a estória (ou a forma como vc contou a tornou empolgante) o desenho animado não alterou muito, a origem dele; lá tá quase igualzinho.

O fato da estória do alienígena se misturar ao mito da Medusa foi sensacional!! Coitado ficar preso aqui na Terra por tanto tempo....(isso não te lembra 'Distrito 9'? Tá bom q tem 'ET' e mais uma penca de filmes assim com o et 'preso' na Terra, ah é 'Super 8' também....ok vou parar por aqui, tem filme demais assim)

Sobre o Henry 'iniciou suas aventuras como um personagem de história de ficção científica'. Eu nunca iria imaginar uma coisa dessas! E a Jan/Vespa - eu sei que eles até casaram [embora em The Avengers - EMH eu quisesse que ela ficasse com o Tony, mas isso já é outro assunto] - ela foi criada dentro dessas mesmas estórias sci-fi ou ela só surgiu quando ele se tornou um herói??

"(ele fica encantado com um aparelho de TV, por exemplo, que não existia em sua época)" Aww que dó; me lembrou o Lestat quando acordou e ficou encantado com tudo; só que depois disso ele resolveu se tornar um rockstar....estou falando do livro não do filme trash, peloamordedeus nem considere o filme "A Rainha dos Condenados" como parte de nada que a Anne Rice criou!!!
Putz, tô fugindo do assunto - outra vez- quanto aos esquimós, eles nunca perceberam que era uma pessoa ali????

Beijos
Jovie.

Dark Marcos disse...

Janet Van Dyne (futura sra Pym) foi criada já na fase super-herói do Homem Formiga.

Os esquimós não perceberam de quem se tratavam por serem muito isolados da humanidade. Encontrar uma figura humana num bloco de gelo, para eles, era como se encontrar um deus.