quarta-feira, 21 de março de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 646

 - Final Crisis: Legion of Three Worlds nº 2 (Novembro de 2008)
> Publicada no Brasil na revista Superman & Batman nº 53, pela editora Panini


História:

* "Book Two" - Escrita por Geoff Johns, desenhada por George Perez, arte finalizada por Scott Koblish

Uma equipe de Legionários parte para o Mundo dos Feiticeiros, afim de resgatar uma antiga colega de grupo, a Feiticeira Branca, que foi sequestrada pelo mago Mordru. Mesmo conseguindo seu intento, e enfrentando os poderes místicos do vilão, o pequeno grupo é surpreendido pela Legião dos Supervilões, liderados pelo Superboy Primordial. Mesmo com o auxilio de Rond Vidar, o último Lanterna Verde, os heróis estão em grande desvantagem.

Rond joga os legionários por um portal estelar, que os leva até a base da Legião, e enfrenta os vilões praticamente sozinho. Resistindo o máximo que pode, é capturado e morto pelo Primordial diante de seu próprio pai, o vilão Universo, que tenta apoderar-se de seu anel de Lanterna, mas este, assim que Rond morre, parte para o espaço a procura de um novo guerreiro para usá-lo. A missão do anel, por não ter encontrado ninguém, termina no moribundo planeta Oa (antigo lar dos Lanternas Verdes), onde é capturado por um misterioso e solitário personagem.

Na sede da Legião, alguns integrantes discordam da decisão de Superman em tentar regenerar o Superboy Primordial, tornando-o uma espécie de Superboy oficial da Legião. Para alguns, chegou-se a uma situação onde justifica-se quebrar um dos mais importantes itens da constituição do grupo, o de nunca matar.

Enquanto parte da equipe enfrenta os vilões, que chegam a Terra, Brainiac 5, na antiga sede da antiga Liga da Justiça (dentro de uma caverna) consegue um dispositivo que traz os membros das legiões de outros dois mundos para o dele. Apesar das diferenças entre suas contrapartes (principalmente de personalidade) a intenção é formar um exército maior para enfrentar a ameaça.

Mon-el e Penumbra partem para Oa com o corpo de Rond Vidar. No planeta, encontram a misteriosa figura que mora nas sombras do planeta morto: Sodam Yat, o último guardião do universo.

A+ :

* No início dessa edição, vemos a personagem Shikari perdida em uma espécie de limbo, tentando encontrar caminho no meio dele. Interessante notar que a última vez que a personagem foi vista, o universo onde vivia foi totalmente apagado, levando todos os legionários a se sacrificarem no processo, sendo enviados para o mesmo limbo. Isso ocorreu no especial com o encontro entre Legião e Novos Titãs, onde as aventuras dos legionários dos anos 90 chegavam ao fim e eram transformados em novas versões (reformuladas pelo escritor Mark Waid e pelo desenhista Barry Kitson).

Aparentemente, diferente de seus colegas, Shikari não encontrou o mesmo caminho que os levou a um novo universo, ficando perdida para sempre no limbo. Porém, aqui é mostrado que todos os seus colegas ficaram tão perdidos quanto ela, sendo que o novo universo que se abriu era OUTRO universo com OUTROS legionários, que não eram exatamente os mesmos.

Quando Brainiac 5 utiliza o dispositivo que convoca as duas legiões de outros mundos, esses legionários dos anos 90 são retirados do limbo.

* Rond Vidar foi criado como personagem coadjuvante das aventuras da Legião pelos escritores Jim Shooter e Mort Weisinger e pelo desenhista Curt Swan, na revista Adventure Comics 349, em outubro de 1966.

Durante sua trajetória, mostrou ser uma autoridade no que se referia a tecnologia utilizada para viagens temporais e se tornou um dos melhores amigos do antisocial Brainiac 5.

Tempos depois, Rond se apoderou de um anel de Lanterna Verde, em uma época em que a tropa desses heróis não mais existia. Tornou-se assim o último (e único) Lanterna Verde do universo. O anel pertencia, na verdade, a seu pai, que também foi um Lanterna, mas acabou se renegando e tornando-se o vilão Universo.

Nenhum comentário: