domingo, 22 de janeiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 595




- Legion of Super-Heroes (Novembro de 2006)

Episódio:

* "Phantoms" - Dirigido por Tim Maltby, escrito por Rob Hoegee, com as vozes (no original) de Greg Ellis (Drax), Shawn Harrison (Lobo Cinzento), Heather Hogan (Etérea)
> Veiculado no Brasil como Legião dos Super-Heróis

O episódio Phantoms é um amontoado de referências, tanto da Legião quanto do próprio Superman (aqui representado por um jovem Clark Kent, descobrindo seus poderes).

A história mostra Clark encantado com o Museu do Superman, herói que ele se tornará mas, por estar no futuro, já é uma história passada. Um dos itens encontrados no museu, devidamente bisbilhotado por ele, é um pequeno aparelho que abre uma porta dimensional de onde atravessa um jovem com os mesmos superpoderes dele e acompanhado de duas criaturas selvagens igualmente poderosas. Auxiliado pela Legião, Clark luta com Drax (o nome do jovem de outra dimensão) e fica intrigado com a similiaridade entre ambos, sem conseguir muitas respostas. Os legionários são enviados para a dimensão fantasmagórica de Drax, mas conseguem escapar graças ao plano de Brainiac 5, que acaba condenando Etérea a ficar intangível para sempre (até então ela era capaz de se tornar sólida). Drax é reenviado a dimensão fantasmagórica, sem dar muitos detalhes de quem realmente é.

As referências são diversas tanto para quem é leigo quanto para o leitor mais veterano das aventuras da Legião e do Superman:

O aparelho utilizado por Clark é uma réplica feita para acessar a Zona Fantasma, dimensão etérea para onde eram enviados os criminosos kriptonianos.

O próprio Drax é uma espécie de versão de Mon-El, personagem dos quadrinhos com os mesmos poderes do Superman e não utilizado na animação justamente devido a essa similiaridade. E, assim como Drax, Mon-El também foi recuperado no futuro após passar centenas de anos na Zona Fantasma. Curioso notar que Drax traz uma estranha letra Z em seu peito, o que nos lembra de Zor-El, criminoso de Krypton que também foi exilado na Zona Fantasma, sendo um dos mais ferrenhos inimigos do Superman.

Através dos diálogos descobrimos que o desenho animado é ambientado no mesmo período onde os quadrinhos daquela época também mostravam os heróis (apesar dos quadrinhos terem um enfoque mais maduro). Isso se nota ao citarem que a Polícia Científica os odeia e o fato da mãe de Satúrnia ser a presidenta (algo não explícito nos quadrinhos, que a mostram como uma espécie de primeira ministra).

Nenhum comentário: