sábado, 14 de janeiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 587

 - Supergirl and The Legion of Super-Heroes 16 (Maio de 2006)

História:

* "(sem título)" - Escrita por Mark Waid, desenhada por Barry Kitson, artefinalizada por Mick Gray
> Publicada no Brasil na revista Os Melhores do Mundo nº 1, pela editora Panini


Seria o sábio chinês sonhando que é uma borboleta... ou é a borboleta sonhando que é um sábio chinês?

Essa seria a melhor definição dessa história, que mexe bastante com uma regra na novas histórias da Legião dos Super-Heróis: super-heróis do passado (Batman, Superman) não existem. São meros personagens de histórias em quadrinhos. E, se existem, quem são os legionários, afinal?

Um enorme objeto se aproxima velozmente contra a Terra, e a Legião (agora sancionada como um órgão governamental) tenta interceptá-lo. O grupo aguardava algo humanóide se aproximando, já que os radares conseguiram uma leve visão de um símbolo em forma de "S", igual ao que o Superman usa nos quadrinhos. Quando se aproxima, no entanto, o objeto em nada tem de humanóide... parece mais um gigantesco pedaço de satélite.

Os legionários usam seus poderes para tentar deter a queda. Mas não conseguem muito. Ainda precisam se preocupar com Colossal, que teve seu anel de vôo avariado na tentativa de deter o objeto, e agora está sufocando no espaço. É quando um segundo objeto, passa velozmente por eles, seguindo o primeiro, e agarrando o agonizante Colossal.

Na Terra, todos olham estupefatos para o fim se aproximando na forma de dois objetos, um gigantesco e um menor. O menor parece estar em maior velocidade e ultrapassa o primeiro, deixando Colossal intacto no chão... e retornando para interceptar o pedaço enorme que cai. Quando o intercepta, todos reconhecem o segundo "objeto" como sendo... a Supergirl!!!!

Ela explica que vem perseguindo esse enorme objeto pelo espaço antes que ele alcançasse algum planeta e não sabe onde está. Cósmico explica que está no século XXXI, em Metrópolis... e que ela não pode ser real, pois é uma personagem de quadrinhos. Já ela, tranquila, explica que quem não é real... são os legionários, já que ela está sonhando com eles.

Continua...

A+:

* Essa edição brinca com o evento conhecido como Um Ano Depois, que mostra os personagens DC um ano após a saga Crise Infinita. Para cobrir esse ano "perdido" os leitores contaram com a minissérie semanal conhecida como 52 (referindo-se ao número de semanas em um ano onde a história aconteceria). Porém, como as histórias da Legião se passam mil anos no futuro, uma adaptação do selo de capa foi feito para indicar Mil e Um Anos Depois.

* A revista mensal dos legionários passa a se chamar Supergirl and The Legion of Super-Heroes

Nenhum comentário: