quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 585

 - Legion of Super-Heroes 15 (Abril de 2006)
História:

* "(sem título)" - Escrita por Stuart Moore, desenhada por Pat Olliffe, artefinalizada por Livesay

Uma história em tom saudoso, relembrando personagens do passado da Legião que nem mesmo apareciam mais. Bloko, Vésper, Pulsar, Tyroc... são alguns dos nomes que já enriqueceram a mitologia dos personagens e não dão as caras por muitos anos nas aventuras do grupo (o mais recente foi Pulsar, em uma versão anos 90).

Um grupo de assustados candidatos da Legião, após a queda da base do grupo, se refugia em uma floresta próxima e discute sobre os perigos de ser um legionários e se realmente vale a pena seguir uma ideologia baseada em antigos personagens do passado, principalmente levando-se em conta que muitos dos ditos "heróis" nada mais são do que personagens dos quadrinhos.

Alguns dos candidatos contam histórias sobre a Legião que ficaram sabendo por fontes não muito confiáveis. Apesar de parecerem ridículas em um ambiente mais realista como o das atuais aventuras da Legião, tais contos são uma espécie de homenagem aos velhos tempos dos heróis, em versões da década de 60, 70 e 80. Há um estranho encapuzado que também conta sua história sobre a Legião e concorda que ela pode não ser verdadeira. Mas o verdadeiro motivo de se reunírem é o espírito heróico que tais histórias despertam. No final, o encapuzado revela ser... Superboy??? Não, mas alguém muito parecido e que dá um susto nos candidatos que, finalmente, sentem orgulho em se considerarem... legionários.
A+ :

* Um dos legionários mais insólitos que já existiram, a "navezinha" conhecida como Quislet, é um dos protagonistas de um dos contos dos candidatos. Nele, Quislet não deixa de falar frases compostas com as principais sagas da editora DC Comics que reformularam seus personagens. Entre essas sagas, temos as minisséries Crise Nas Infinitas Terras, Lendas, Milênio e Zero Hora. A homenagem é uma forma de ligar essa história ao momento em que a editora passava, novamente reformulando seus personagens, na saga conhecida como Crise Infinita.

Nenhum comentário: