quinta-feira, 21 de julho de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 436

 - Legends of the Legion 4 (Maio de 1998)

História:

* "Casualty" - Escrita por Barry Kitson e Tom Peyer, desenhada por Todd Nauck, finalizada por Lary Stucker

A última origem contada nesta minissérie é uma espécie de sátira as histórias que contam origens de personagens. Ao contrário de uma lição final que redime e faz o personagem ser o herói que é, adquirindo caráter para tanto, Ástron mostra que sua origem ensinou-lhe... nada!

Ele já nasceu com os poderes de aumentar o peso e a massa e ganhou novos poderes (vôo, disparar raios pelos olhos) aparentemente depois de um acidente com sua nave. Mas nem isso é certo. A conclusão sobre como ele ganhou novos poderes é uma soma de fatores que os fizeram simplesmente surgir.

Já era um herói em seu planeta, Xanthu, onde era tratado como uma estrela de cinema. Quando decidiu aceitar o convite para ingressar na Legião dos Super-Heróis, foi visto como uma espécie de traidor a procura de fama.

Em sua viagem para a Terra, onde se integraria ao grupo, sofre uma série de incidentes que monstram-se coincidentes com os acontecimentos das origens de seus outros companheiros. Por exemplo, sua nave é atingida por um minerador de asteróides que a confundiu com uma baleia espacial... a mesma criatura que deu poderes a Ultra Rapaz. E ele só foi parar no meio dos asteróides porque usou seus poderes para aumentar o peso da nave dos terroristas que atacaram o planeta de Faísca.

Após o acidente com os mineradores, simplesmente acordou melhor e com novos poderes, sem que nenhum dos acontecimentos anteriores tivessem relação com isso. O que ele "ensina" para as crianças é que, às vezes, coisas boas acontecem ao acaso. Chega, absurdamente, a citar o caso do legionário Kid Quantum, conterrâneo de seu planeta, que morreu logo nas primeiras missões da Legião. Cita esse acontecimento como um "acaso ruim".

Nenhum comentário: