sexta-feira, 3 de junho de 2011

LEGIÃO DOS SUPER-HERÓIS - Parte 391

 - Legionnaires 42 (Novembro de 1996)

Histórias:

* "When Strikes the Sorceress" - Escrita por Roger Stern e Tom McCraw, desenhada por Jeffrey Moy, finalizada por W. C. Carani, Philip Moy

A outra parte dos legionários que sumiu, sequestrados pela feiticeira Mysa, descobre que a origem da vilã está ligada a mãe da heroína Kinetix. Na verdade, é um verdadeiro discurso de mãe quem a derrota, sendo mais eficiente do que todos os superpoderes dos legionários.

Mysa, no passado, foi salvo de morrer congelada pela arqueóloga que seria a mãe de Kinetix. Com o tempo, o feiticeira plantou símbolos na família que levaram a heroína a descobrir seus poderes, perdê-los e depois, sob orientação da própria Mysa, transmutar em um ser mágico, quase felino. A mãe de Kinetix lembra, porém, que  tudo começou quando ela salvava a vida de Mysa. Portanto, essa não era uma forma digna de agradecimento. A feiticeira se arrepende, devolve a forma e poderes originais a Kinetix e teleporta os legionários para a base.

Apesar de ainda desorientados devido ao sumiço de seus outros colegas, os legionário vêem um novo líder assumir o comando (uma vez que Violeta, transformada em Imperatriz Esmeralda, desapareceu). Trata-se de um dos fundadores da Legião: Curto Circuito, nomeado líder pelo agora presidente R. J. Brande.

A feiticeira Mysa é uma homenagem a uma antiga legionária chamada Feiticeira Branca. Aqui aparece como a clássica figura de bruxa má, como também foi na estréia da personagem nos anos 60. Kinetix torna-se, portanto, uma espécie de Feiticeira Branca repaginada, apesar do visual e poderes diferenciados.

Nenhum comentário: